Comissão especial para debater reforma política será instalada nesta terça-feira (10/2)

PEC da Reforma, que ficou parada na Comissão de Constituição e Justiça por mais de um ano, foi aprovada na última segunda-feira

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

A comissão especial destinada a discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma Política será instalada nesta terça-feira (10/2), às 14h30. Na ocasião, serão eleitos o presidente e os vices e designado o relator da matéria. A PEC foi apresentada por um grupo de trabalho da Câmara criado para discutir a matéria.

Por mais de um ano, a proposta ficou parada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aguardando a votação da admissibilidade. Como não havia acordo para a aprovação, o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), avocou a matéria para o plenário, que aprovou a admissibilidade da PEC. Com isso, ele criou a comissão especial destinada a apreciar a reforma política.

A PEC prevê, entre outras mudanças, o voto facultativo, o fim da reeleição para presidente da República, governador e prefeito, a coincidência do pleito eleitoral e um sistema misto de financiamento de campanhas – público e privado. Cunha havia estabelecido um prazo até a última segunda-feira (9/2) para que os líderes partidários fizessem a indicação dos 34 integrantes titulares e dos 34 suplentes da comissão para a instalação do colegiado destinado a apreciar a reforma política.

Confira como ficou a composição:

– Titulares

PMDB/PP/PTB/DEM/PRB/SD/PSC/PHS/PTN/PMN/PRP/PSDC/PEN/PRTB:

Alceu Moreira (PMDB-RS), Antonio Bulhões (PRB-SP), Arthur Oliveira Maia (SD-BA), Benito Gama (PTB-BA), Edmar Arruda (PSC-PR), Esperidião Amin (PP-SC), Leonardo Picciani (PMDB-RJ), Marcelo Aro (PHS-MG), Marcelo Castro (PMDB-PI), Pedro Fernandes (PTB-MA), Renata Abreu (PTN-SP), Renato Molling (PP-RS), Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB).

PT/PSD/PR/PROS/PCdoB:

Carlos Zarattini (PT-SP), Daniel Almeida (PCdoB-BA), Henrique Fontana (PT/RS), Indio da Costa (PSD-RJ), Joaquim Passarinho (PSD-PA), Lincoln Portela (PR-MG), Milton Monti (PR-SP), Moema Gramacho (PT-BA), Rubens Otoni (PT-GO) e Valtenir Pereira (PROS-MT).

PSDB/PSB/PPS/PV:

Luciano Ducci (PSB-PR), Marcus Pestana (PSDB-MG), Max Filho (PSDB-ES), Rubens Bueno (PPS-PR), Silvio Torres (PSDB-SP), Tadeu Alencar (PSB-PE) e Victor Mendes (PV-MA).

PDT: Afonso Motta (PDT-RS).

PSOL: Chico Alencar (PSOL-RJ).

PTC: Uldurico Junior (PTC-BA).

– Suplentes

PMDB/PP/PTB/DEM/PRB/SD/PSC/PHS/PTN/PMN/PRP/PSDC/PEN/PRTB:

Adail Carneiro (PHS-CE), Afonso Hamm (PP-RS), Bacelar (PTN-BA), César Halum (PRB-TO), Danilo Forte (PMDB-CE), Julio Lopes (PP-RJ), Lelo Coimbra (PMDB-ES), Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), Manoel Junior (PMDB-PB), Mendonça Filho (DEM-PE), Paulo Pereira da Silva (SD-SP), Raquel Muniz (PSC-MG), Ronaldo Nogueira (PTB-RS) e ainda resta 1 vaga.

PT/PSD/PR/PROS/PCdoB:

Átila Lins (PSD-AM), Capitão Augusto (PR-SP), Diego Andrade (PSD-MG), Domingos Neto (PROS-CE), Gorete Pereira (PR-CE), Margarida Salomão (PT-MG), Odorico Monteiro (PT-CE), Orlando Silva (PCdoB-SP), Padre João (PT-MG) e Zé Carlos (PT-MA).

PSDB/PSB/PPS/PV:

Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), Evandro Gussi (PV-SP), Fábio Sousa (PSDB-GO), Luiza Erundina (PSB-SP), Marinaldo Rosendo (PSB-PE), Samuel Moreira (PSDB-SP) e ainda resta 1 vaga.

PDT: Félix Mendonça Júnior (PDT-BA).

PSOL: resta 1 vaga.

PTC: resta 1 vaga.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

willian Machado

O povo brasileiro não quer essa reforma.Essa reforma só interessa aos corruptos.Nós brasileiros queremos uma reforma politica com,FINANCIAMENTO DE CAMPANHA PUBLICO,PURO.Não queremos financiamento privado.A corrupção no Brasil,é por causa do financiamento privado.O Dep.Eduardo Cunha do PMDB/RJ é partidario e defensor de quanto pior melhor.Eu conclamo ao partlamentares de de Goiás,para que não vote nesse PEC.