Comissão Especial do Impeachment de Carlesse aprova parecer prévio pela continuidade do processo

Parecer foi aprovado por unanimidade na sessão desta quinta-feira, 24; relatório final deve ser votado na próxima semana  

Advogado de defesa Juvenal Klayber | Foto: Reprodução

A Comissão Especial do Impeachment do governador Mauro Carlesse (PSL) aprovou por unanimidade nesta quinta-feira, 24, o parecer prévio pela admissibilidade do processo, apresentado pelo relator deputado Júnior Geo (PROS). O relatório final deve ser apreciado pela Comissão na próxima quinta-feira, 03 de março, conforme calendário que atende ao rito legal do processo.

Antes da apreciação do parecer prévio a Comissão Especial Processante aprovou a permanência do deputado Júnior Geo na relatoria, por entender que as alegações de suspeição apresentadas pela defesa não procedem. No parecer prévio, o relator informou que o relatório final terá como base as denúncias que estão sendo investigado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Fazemos uma análise prévia de atos comissivos praticados pelo denunciado, quando feito a análise da legalidade amparada numa visão política, que me é própria, percebo que ficou evidenciado aviltamento dispensado a coisa pública tocantinense com o que prescreve a Constituição”, pontou o relator, sobre a fundamentação do seu parecer.

O advogado de defesa Juvenal Klayber, que teve direito a manifestação durante a votação não gostou do resultado e anunciou que vai recorrer. “Se negativo ou positivo, a parte que perder vai recorrer”, ponderou, se referindo ao resultado final do Impeachment e deixando bem claro que a estratégia da defesa vai ser a judicialização como forma de ganhar tempo e emperrar o processo. Participaram da sessão todos os integrantes: Elenil da Penha (MDB) presidente; Professor Júnior Geo (PROS), relator; José Roberto Lula (PT), Eduardo do Dertins e Olinto Neto (PSDB), membros.

Relator Junior Geo com o presidente Elenil da Penha | Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.