Grupo é composto por 49 membros e conta com 25 diferentes partidos com representação no Parlamento

Os membros da comissão especial que irá apreciar a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados terão nesta terça-feira, 7, seu primeiro encontro. A reunião será realizada para que os parlamentares apresentem emendas ao projeto original e discutam os principais pontos da medida.

Antes de ser levado a comissão especial da Casa, o projeto, encaminhado pelo Executivo, já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que analisou apenas sua admissibilidade para que assim fosse colocado em discussão posteriormente.

A relatoria da proposta na comissão ficou com o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). O projeto, que é alvo de polêmica dentro e fora do Parlamento, prevê mudanças significativas na Previdência Social dos brasileiros.

O cronograma apresentado pelo presidente da comissão na Casa, Marcelo Ramos (PR-AM) prevê a realização de 11 audiências públicas para debate do tema. A comissão terá também um prazo de até 40 sessões do Plenário da Câmara.

O grupo é composto por 49 membros e conta com 25 diferentes partidos com representação no Parlamento. Para que seja apresentadas emendas à proposta, estas devem conter, no mínimo, 171 assinaturas.