Comissão de Ética da presidência defende investigação de Geddel, mas votação é adiada

Secretário de Governo foi acusado pelo ex-Ministro da Cultura de tê-lo pressionado a atuar em favor de interesses particulares em projeto imobiliário em Salvador

Em reunião nesta segunda-feira (21/11), cinco dos sete membros da Comissão de Ética da Presidência da República defenderam que o Secretário de Governo, Geddel Vieira Lima, seja investigado. Geddel foi acusado pelo ex-Ministro da Cultura, Marcelo Calero, de tê-lo pressionado a atuar em favor de interesses particulares em projeto imobiliário em Salvador.

A votação, entretanto, foi adiada para a próxima reunião do grupo, em 14 de dezembro, porque o conselheiro José Saraiva pediu vistas. Geddel será investigado por violação sobre conflito de interesse e, se considerado culpado, corre risco de ser exonerado: O Conselho pode emitir uma advertência ou recomendar o afastamento ao presidente Michel Temer (PMDB). Além da Comissão de Ética, o caso pode chegar ao Congresso Nacional.

Michel Temer já adiantou que, a menos que as denúncias “se agravem”, não pretende demitir o ministro. Para ele, tratar da liberação do empreendimento é atitude “normal”. Após a acusação de Calero, Geddel admitiu ter falado sobre o assunto, mas negou que tenha pedido para ser beneficiado no caso.

Calero pediu demissão na última sexta-feira (18/11) e explicou que Geddel queria que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) revisse decisão de suspender parecer do Iphan da Bahia que autorizava empreendimento imobiliário próximo à área de considerada de patrimônio cultural em Salvador. Segundo ele, Geddel chegou a ameaçar pedir a demissão da presidente do órgão se ela não desse aval à construção.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Lita Carneiro

Creio em tudo o que disse o ex-ministro Marcelo Calero, a respeito da pressão que sofreu por parte do secretário do governo, Gedel Vieira Lima. Já na versão do secretário… Qual ou quais dos acusados confessam sua culpa?