Cometa Neowise poderá ser visto do Brasil a partir desta quarta-feira

Evento é extremamente raro e deverá se repetir daqui 6.800 anos, de acordo com cálculos dos cientistas

Foto: National Aeronautics and Space Administration (NASA).

A partir desta quarta-feira, 22, até o dia 30 de julho o cometa Neowise poderá ser visto a olho nu no Brasil. O fenômeno é extremamente raro e deverá se repetir apenas daqui 6.800 anos, de acordo com os cálculos dos cientistas — esse é o tempo que o corpo celeste leva para dar uma volta completa em torno do Sol e passar próximo da Terra novamente.

A Nasa, agência espacial norte-americana, fez primeira observação do cometa em 27 de março deste ano.

Primeiro o cometa vai aparecer apenas para observadores da região Norte, depois Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, nesta ordem, “descendo” pelos céus.

De acordo com o diretor do Instituto de Astrofísica da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Rodolfo Langhi, o cometa ficará mais visível durante o pôr do sol, mais próximo da linha do horizonte e no sentido noroeste. “Deve-se procurar pelo cometa bem próximo do horizonte. Não é para olhar para cima”, explicou.

Langhi indica a utilização de um binóculo. Recomendam-se um modelo 7×50, ou seja, que amplie a visão sete vezes mais do que o olho humano e cuja lente possui 50 milímetros de diâmetro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.