Comércio lojista de Goiânia esta apostando na compra de presentes de última hora. Apenas na região da 44, a expectativa pra este mês de dezembro é de um movimento financeiro de R$ 3 bilhões. Entre esta sexta, 23, e este sábado, 24, o presidente da Associação de Lojistas da 44, Lauro Naves, aposta em pelo menos 150 mil pessoas circulando pela região.

“Um momento do atacarejo, varejo, pro uso, pro Natal, Réveillon. Agora é um momento que a região metropolitana enche a região da 44. A grande movimentação do atacado já foi. Agora, é o varejo”, pontua.

O presidente da Associação dos Trabalhadores da Feira Hippie, Valdivino da Silva, destaca a organização que foi estabelecida entre as bancas. Ele destaca ainda que os feirantes estarão no local até a noite e alguns até mesmo na madrugada de Natal.

“A gente combinou entre os feirantes que terão alguns que vão varar a noite. Tem gente que vai passar o Natal, essa data tão importante aqui na feira. Então, quem precisar pode vir até a feira que ficaremos até altas horas”, explica.

Feirante a mais de 30 anos, Wellington Caetano da Silva comemora as boas vendas deste ano e está ainda mais otimista para as últimas horas antes do Natal. “Está bem movimentado, graças a Deus! Tenho fé que até o final do dia minha mercadoria acaba. Eu trabalho tudo de moda, bermuda, calça jeans, entre outros”, afirma.

De acordo com o Sindilojas, a expectativa é de um crescimento de até 8% nas vendas em relação ao Natal de 2021.