Comércio de Goiânia reabrirá com restrições na próxima semana; decreto deve ser publicado nesta sexta

Declaração foi realizada durante coletiva de imprensa; novo documento deve ser publicado amanhã e entrará em vigor na próxima segunda-feira, 29

Prefeito de Goiânia durante coletiva de imprensa no Paço Municipal, nesta quinta-feira, 29. | Foto: Felipe Cardoso

Após um mês de medidas restritivas em vigor na capital goiana, o prefeito Rogério Cruz, anuncia flexibilização com restrições para a próxima semana. A declaração foi feita durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, 25, no Paço Municipal. O novo documento será publicado na próxima sexta-feira, 26, e entrará em vigor na segunda-feira, 29.

Segundo o prefeito, foram realizadas diversas reuniões com os representantes do setor industrial, comercial e empresarial do município, com a intensão de ouvir sugestões e adotar medidas que fossem favoráveis a cada um deles, ao mesmo tempo que se mantenha o combate à pandemia causada pelo novo coronavírus. “Ouvimos a todos e não tivemos dificuldade nisso”, acrescenta.

Rogério Cruz ainda explica que o novo decreto será formatado na tarde desta quinta-feira, após uma última reunião que ocorrerá com representantes do setor produtivo. No encontro, estarão presentes a Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Goiás (Abrasel-GO), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Goiânia, a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Goiás (Acieg) e a Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO).

Durante a coletiva, o chefe do Executivo municipal relembrou as medidas anteriores adotadas em março com o objetivo de reduzir a curva de contágio da Covid-19. Tanto os primeiros dois decretos com validade de 7 dias que entraram em vigor, respectivamente, nos dias 1 e 8 de março, quanto o último, que está em voga desde o dia 15. O último documento adotou o modelo 14 por 14, que definiu duas semanas de suspensão das atividades consideradas não essenciais, seguidas de duas semanas de reabertura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.