Comerciantes da região da 44 fazem ‘buzinaço’ contra quarentena

Manifestações como essa estão proibidas em todo o Estado; Forças policiais podem prender quem protestar contra quarentena

Foto: Reprodução

Na manhã deste sábado, comerciantes da região da 44 realizaram uma manifestação contra o fechamento do comércio em Goiás. O “buzinaço” foi interrompido pela Polícia Militar, que pediu mais informações sobre o trajeto que os carros enfileirados pretendiam seguir.

A ação dos comerciantes contraria decisão do Tribunal de Justiça de Goiás que proíbe a realização de eventos no Estado até a data de 30 de abril.Para fazer valer a lei, o Estado pode inclusive utilizar o uso de forças de segurança para coibir passeatas e carretas organizadas contra os decretos de quarentena.

Entenda

O pedido de proibição partiu do Ministério Público (MP-GO) que sustenta que tais eventos pode acelerar irreversivelmente o alastramento da Covid-19. “O direito de reunião é fundamental ao cidadão, a saúde também o é, e vê-se que permitir o direito de reunião daqueles que desejam realizar as manifestações coloca em risco o direito a saúde de todos os outros e até mesmo dos que participarem”, ponderou o pedido.

“Frisa-se com sabedoria, o Ministério Público que a realização de tais manifestações constituem-se crimes previstos no Código Penal em seus artigos 132, 267 e 268”, diz outro trecho do pedido que foi acatado.

Uma resposta para “Comerciantes da região da 44 fazem ‘buzinaço’ contra quarentena”

  1. ziro disse:

    Sei não, com tantas mortes confirmadas pelo planeta a fora, e Bolsonaro decretando abertura do comercio, pode responder por crimes contra a humanidade pelo Tribunal Penal Internacional …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.