Com recuperação da Bolsa, BNDES vende R$ 8,1 bilhões em ações da Vale

Desempenho da mineradora tende a manter bom desempenho em meio à pandemia, já que economia da China, maior cliente da empresa, deverá sustentar cotações

Foto: Leo Pinheiro

Aproveitando a recuperação das cotações de ações na Bolsa nos últimos meses, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) resolveu engajar estratégia de reduzir sua bilionária carteira de participações acionárias. O banco vendeu R$ 8,1 bilhões em ações da Vale – o equivalente a 2,5% do capital da mineradora

Acelerar a redução da carteira de ações era uma das metas de Montezano desde o início de sua gestão no BNDES, em julho de 2019, mas a crise do novo coronavírus foi um obstáculo para a efetivação do plano.

Com a melhora dos mercados por causa de um movimento global impulsionado pela injeção de trilhões de dólares nos sistemas financeiros, já se esperava a retomada das vendas pelo BNDES. O Ibovespa, principal índice de ações do Brasil, ainda acumula queda de 12% em 2020, mas as perdas já foram muito maiores. De 23 de março até agora, o Ibovespa já subiu cerca de 60%.

As ações da Vale vem apresentando um bom desempenho. No acumulado de 2020, os papéis da mineradora acumulam alta em torno de 13%, na contramão do Ibovespa. As ações da Vale tendem a manter o bom desempenho em meio à pandemia, já que os fundamentos da economia da China, maior cliente da mineradora, deverão sustentar as cotações.

Numa postagem na rede social LinkedIn, Montezano comentou o assunto: “O que muda para nossas crianças se o BNDES perde ou ganha 10% especulando na bolsa de valores? O que isso melhora nosso meio ambiente? A função do BNDES é, sim, gerar muito lucro para nossa sociedade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.