Com quatro prêmios, novato Sam Smith é o maior vencedor do Grammy 2015

Beck, Beyoncé e Pharrell Williams levaram três prêmios cada, ficando em segundo lugar na quantidade de gramofones dourados

Foto: reprodução / Instagram

O cantor britânico Sam Smith, de apenas 22 anos, foi o destaque da 57ª edição do Grammy, que ocorreu no último domingo (8/2) em Los Angeles. Com seu primeiro CD, Sam ficou com quatro das principais premiações: Canção e Gravação do ano, por “Stay with me”, Álbum Pop Vocal, por “In the lonely hour”, e Revelação.

Quando subiu ao palco pela quarta vez, Sam disse “Obrigado ao cara que partiu meu coração, você me deu quatro Grammys”. O CD “In The Lonely Hour” foi totalmente inspirado em uma decepção amorosa do cantor.

O prêmio de álbum do ano, que é o mais aguardado da noite, foi para o veterano Beck, o que foi uma surpresa. “Morning Phase” desbancou “In The Lonely Hour” e “Beyoncé”, álbuns que eram tidos como favoritos para o prêmio.

Depois que o cantor Prince anunciou o vencedor do principal prêmio da noite, enquanto Beck se preparava para fazer um discurso, o cantor Kanye West subiu no palco. Por alguns momentos, todos pensaram que ele iria fazer o mesmo que fez no MTV Vídeo Music Awards de 2009, quando interrompeu Taylor Swift para dizer que, em sua opinião, o prêmio de melhor vídeo deveria ser de Beyoncé.

Desta vez, entretanto, Kanye voltou ao seu lugar e apenas arrancou gargalhadas da plateia. Numa entrevista ao canal E! depois da premiação, entretanto, o rapper afirmou que só não disse nada porque “tenho minha esposa, minha filha, minha linha de roupas e não farei nada que coloque minha filha em risco”.

Kanye disse ainda que “Beck deveria entregar seu prêmio para Beyoncé”. “Nós, como músicos, temos que inspirar as pessoas que vão trabalhar todos os dias, e elas escutam o álbum da Beyoncé e sentem como se fossem para um lugar diferente”, defendeu. E finalizou dizendo “Todos vocês sabiam o que eu pensava quando pisei naquele palco”.

Mesmo não ganhando o principal prêmio, Beyoncé ainda levou três gramofones dourados pra casa. Com “Drunk In Love”, a americana levou o prêmio de Melhor Canção R&B e Melhor Performance R&B. Já o álbum “Beyoncé” ganhou na categoria Álbum com Surround Sound.

Apresentações

A premiação foi bastante longa – durou três horas e meia – porque, além da entrega dos prêmios, vários artistas se apresentaram. Durante a cerimônia houve mais performances que entrega de prêmios, já que vários são entregues antes do show.

O primeiro show foi do AC/DC. Também se apresentaram Madonna, Ariana Grande,  Beyoncé com John Legend e Common, Katy Perry, Lady Gaga com Tony Bennett e Ed Sheeran com a banda ELO.

Mas nenhum show foi mais aguardado que o de Rihanna, Kanye West e Paul McCartney com a música “FourFiveSeconds”. A apresentação foi bem simples: Paul no violão e os outros dois cantando, mas rendeu boas críticas.

Vencedores

Confira abaixo os vencedores das principais categorias:

Álbum do Ano
“Beyoncé” – Beyoncé
“In The Lonely Hour” – Sam Smith
“x” – Ed Sheeran
“G I R L” – Pharrell Williams
“Morning Phase” – Beck

Gravação do Ano
“Fancy (Feat. Charli XCX)” – Iggy Azalea
“All About That Bass” – Meghan Trainor
“Chandelier” – Sia
“Stay With Me” (Darkchild Version) – Sam Smith
“Shake It Off” – Taylor Swift

Canção do ano
“Fancy” – Iggy Azalea Ft. Charli XCX
“Chandelier” – Sia
“Stay With Me (Darkchild Version)” – Sam Smith
“Shake It Off” – Taylor Swift
“All About That Bass” – Meghan Trainor

Artista revelação
Iggy Azalea
Bastille
Brandy Clark
Haim
Sam Smith

Álbum urbano contemporâneo
“Sail Out”, Jhene Aiko
“Beyoncé”, Beyoncé
“X”, Chris Brown
“Mali Is”, Mali Music
“Girl”, Pharrell Williams

Álbum de R&B
“Islander” – Bernhoft
“Lift Your Spirit” – Aloe Blacc
“Love, Marriage & Divorce” – Toni Braxton & Babyface
“Black Radio 2″ – Robert Glasper Experiment
“Give The People What They Want” –  Sharon Jones & The Dap-Kings

Álbum vocal pop tradicional
“Cheek To Cheek” – Tony Bennett & Lady Gaga
“Partners” – Barbra Streisand
“Nostalgia” – Annie Lenox
“Night Songs” – Barry Manilow
“Sending You A Little Christmas” – Johnny Mathis

Álbum vocal pop
“x” – Ed Sheeran
“Ghost Stories” – Coldplay
“Bangerz” – Miley Cyrus
“Prism” – Katy Perry
“In The Lonely Hour” – Sam Smith
“My Everything” – Ariana Grande

Canção de rock do ano
“Ain’t It Fun” – Paramore
“Blue Moon” – Beck
“Fever” – The Black Keys
“Gimme Something Good” – Ryan Adams
“Lazaretto” – Jack White

Álbum de rock
“Ryan Adams” – Ryan Adams
“Morning Phase” – Beck
“Turn Blue” – The Black Keys
“Hypnotic Eye” – Tom Petty And The Heartbreakers
“Songs Of Innocence” – U2

Álbum de rap
“The New Classic” – Iggy Azalea
“The Marshall Mathers LP 2″ – Eminem
“Oxymoron” – Schoolboy Q
“Because The Internet” – Childish Gambino
“Nobody’s Smiling” – Common
“Blacc Hollywood” – Wiz Khalifa

Canção de rap
“Anaconda” – Nicki Minaj
“Bound 2″ – Kanye West
“I” – Kendrick Lamar
“We Dem Boyz” – Wiz Khalifa
“0 To 100/The Catch Up” – Drake

Performance solo pop
“All of Me” – John Legend
“Chandelier” – Sia
“Stay With Me” – Sam Smith
“Shake It Off” – Taylor Swift
“Happy” – Pharrell Williams

Performance de pop por duo ou grupo
“Dark Horse (Feat. Juicy J)” – Katy Perry
“Fancy (Feat. Charli XCX)” – Iggy Azalea
“A Sky Full Of Stars” – Coldplay
“Say Something (Feat. Christina Aguilera)” – A Great Big World
“Bang Bang (Feat. Nicki Minaj, Ariana Grande)” – Jessie J

Videoclipe
“Chandelier” – Sia
“We Exist” – Arcade Fire
“Turn Down For What (feat. Dj Snake)” – Lil Jon
“Happy” – Pharrell Williams
“The Golden Age” – Woodkid

Você pode conferir a lista com todos os indicados e vencedores no site oficial do Grammy.

Deixe um comentário