Com quarentena, empresas sentem impacto negativo superior a 60%, aponta Fieg

Levantamento demonstra retração na demanda. Segundo o relatório, há dificuldade para aquisição de insumos 

Foto: Reprodução.

Em sondagem divulgada nesta quarta-feira, 1, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontam impactos do setor em razão da crise do coronavírus.

O levantamento, realizado nos dias 27 e 28 de março, revela o impacto na demanda por produtos, na aquisição de insumos e matérias-primas, na produção, no emprego, na liquidez, no acesso ao capital de giro e na logística.

De acordo com a sondagem, a crise pandêmica já causa queda intensa para 67,65% das empresas consultadas, impactando na liquidez dos negócios, em especial nos compromissos já firmados e naqueles necessários para manutenção da atividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.