Com publicação machista contra secretária de Saúde, Kajuru mente e deixa publicação no ar

Vereador disse que publicação foi feita por assessor e deletada cinco minutos depois, mas Jornal Opção não teve dificuldades em localizar ofensas, que ainda estão no ar

Foto: Reprodução

A secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, protocolizou uma ação no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), com pedido de tutela provisória de urgência, solicitando que seja removido conteúdo nas contas do vereador Jorge Kajuru (PRP) na rede social Twitter e no YouTube que ofendem a titular da pasta.

Na ocasião, o Jornal Opção entrou em contato com o vereador Jorge Kajuru que afirmou que a publicação foi feita por um assessor de São Paulo que cuida de sua conta no Twitter e que foi deletada cinco minutos depois. Acontece que, nesta sexta-feira (10/8), a reportagem não teve difuldades em localizar a publicação ainda no perfil do vereador.

De acordo com o advogado que representa a servidora pública, Carlos Márcio Rissi Macedo, o conteúdo consta das legendas de duas publicações que divulgam vídeo sobre a situação do sistema de saúde da capital goiana. “Nota-se que o conteúdo das publicações também são machistas, visto que objetifica e sexualiza a figura feminina de maneira despropositada”, destaca.

Até o fechamento desta matéria, a publicação ainda estava no ar.

2
Deixe um comentário

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
ziro

Enquanto isso a população morre nas filas quilométricas do sus por falta de qualidade dos serviços públicos, isso não incomoda as autoridades da República. Força futuro senador Kajuru, o povo está contigo!

anônimo

Onde será a democracia? Não se pode dizer nada que logo irá polêmica a. se for mqa machista e daí. se for feminista e daí. danem se os incomodados