Com proposta, professores municipais ainda não sabem se greve terá fim

Conforme integrante do comando de greve, categoria “esperava mais”. Grupo irá discutir manutenção ou não do movimento em assembleia na próxima quinta-feira (21)

Reunião dos servidores da Educação municipal em greve e representantes da Prefeitura de Goiânia e promotores do MPGO | Foto: João Sergio

Reunião dos servidores da Educação municipal em greve e representantes da Prefeitura de Goiânia, no MPGO. Última à esquerda, secretária Neyde Aparecida | Foto: João Sergio

Em reunião no Ministério Público de Goiás (MPGO), a Prefeitura de Goiânia apresentou, na manhã desta quarta-feira (20/5), uma proposta aos professores municipais em greve. Conforme Hugo Rincón, do Comando de Greve, o grupo esperava melhores propostas da gestão. A categoria se reunirá na próxima quinta-feira (21), na Secretaria de Educação Municipal, para decidir pela permanência ou não da greve.

Por meio de representantes, o prefeito Paulo Garcia (PT) ofereceu três proposta principais: gratificação ao auxiliar de atividade educativa, pago de forma parcelada, sendo 7,5% em setembro, 7,5% em dezembro e 15% em janeiro de 2016 (a categoria havia pedido 30%); progressões horizontais de funcionários administrativos em junho e titulação a partir de setembro; titularidade dos professores a partir de setembro.

Quanto ao pagamento retroativo, uma das reivindicações da categoria, a prefeitura se comprometeu a pagar, mas sem apresentação de calendário dos pagamentos. “Não consigo dizer se a proposta foi boa ou não. O que posso dizer, com certeza, é que esperávamos mais. Pelo menos um calendário”, disse Hugo.

De acordo com o integrante do comando de greve, não é possível dizer ainda se a greve será encerrada na próxima quinta-feira. “Se viesse com calendário, eu já poderia dizer que tinha chance grande de encerrar.” O grupo não saiu da reunião com a proposta — primeira feita por escrito pela prefeitura — assinada. Documento deve ser entregue nesta tarde.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.