Com pouco tempo na TV, candidatos “correm” para se apresentar à população

Primeiro dia de propaganda eleitoral teve propostas genéricas e prefeitáveis explorando suas trajetórias políticas e história de vida

Foto: Reprodução

Vanderlan explorou perfil empresarial | Foto: Reprodução

Muito mais curto que costumava ser, o programa eleitoral dos candidatos à Goiânia começou a ser exibido nesta sexta-feira (26/8), às 13 horas. Os dez minutos foram divididos pelos sete prefeitáveis de acordo com as coligações. Quem teve mais tempo para expor suas ideias foi Vanderlan Cardoso (PSB), cuja coligação, que inclui o partido de seu vice, Thiago Albernaz (PSDB), garante a ele o maior espaço.

No seu programa, Vanderlan explorou seu conhecido perfil empresarial e chamou alguns cidadãos para exporem os principais problemas das suas regiões: Falta de médicos, de pontos de ônibus, de infraestrutura e de segurança. O mote do programa foi a necessidade de gestão para resolver as questões que preocupam a população, fruto, diz, da “Falta de planejamento e visão de futuro de seus últimos prefeitos”.

Ele lembra, com fotos históricas da cidade, que Goiânia nasceu planejada, mas perdeu esse viés e precisa, na sua opinião, recuperá-lo. “83 anos depois, com quase 1 milhão e meio de habitantes, Goiânia enfrenta os mais variados tipos de problemas, piorando cada vez mais a qualidade de vida da nossa população”, afirma ele.

“Os princípios que regem a administração de uma cidade são os mesmos aplicados no comando de uma empresa”, diz Vanderlan, enquanto a propaganda mostra imagens da Cicopal, sua empresa. “É preciso estar atento, antenado e focado no que há de mais moderno”, diz, depois de ser elogiado por seus funcionários.

Vanderlan foi o único candidato a dar espaço, na propaganda, ao candidato a vice, que acrescenta, segundo ele, “Juventude e modernidade” à chapa. Thiago destacou que, como neto do ex-prefeito Nion Albernaz (PSDB), entrou cedo na política e pretende contribuir para fazer “Uma cidade para todos os goianienses”.

Adriana Accorsi

Adriana focou na sua atuação em defesa das mulheres, crianças e adolescentes | Foto: Reprodução

Adriana focou na sua atuação em defesa das mulheres, crianças e adolescentes | Foto: Reprodução

Adriana Accorsi (PT) abriu os programas eleitorais com uma diversidade de pessoas com cartazes que apresentam alguma de suas características: “Mãe, rigorosa, humana, tem coragem, é competente, ela somos nós, ela é Goiânia”. Em um clima mais intimista, Adriana se apresenta como filha do ex-prefeito Darci Accorsi, delegada de polícia, delegada estadual e fala sobre suas prioridades.

O programa chama atenção para o fato de que, se eleita, ela será a primeira mulher a ocupar o cargo e, em sua fala, ela também explora esse público. “Coloco a minha história de luta em defesa da família, das mulheres, crianças e adolescentes como principal meta do meu plano de governo”, diz.

“Quero renovar o jeito de administrar Goiânia, quero cuidar da cidade, mas minha prioridade é cuidar das pessoas, principalmente daqueles que mais precisam da prefeitura”, garante a petista. “Como servidora pública, eu quero servir”, resume.

Iris Rezende

Iris apostou na sua trajetória política | Foto: Reprodução

Iris apostou na sua trajetória política | Foto: Reprodução

Iris Rezende (PMDB), por sua vez, focou na sua trajetória política no Estado de Goiás como prefeito de Goiânia em três ocasiões, além de vereador, deputado, governador, ministro e senador. “Na vida, cada um escolhe seu caminhos mas as pessoas só fazem bem aquilo que gostam de fazer. A minha vocação eu descobri logo cedo: Era política, era servir as pessoas”, afirmou ele.

O programa, de pouco mais de dois minutos, mostrou fotos da carreira de Iris, afirmando que ele é “Um homem à frente de seu tempo, cujas realizações continuam vivas e atuais na vida de milhares de goianienses”. “Sempre trabalhei pensando no futuro e sei que Goiânia tem tudo pra ser a melhor cidade do Brasil pra se viver”, defendeu. “Ninguém deve tanto à essa cidade quanto eu”, afirma o ex-prefeito.

Além de mostrar pontos conhecidos da capital construídos na sua gestão, como o Parque Flamboyant e o Viaduto das avenidas 85 e 136, Iris é cumprimentado por alguns cidadãos. “O Goianiense conhece bem a minha história e sabe do meu trabalho. Sempre contei com a confiança, o respeito e a ajuda da população”, declarou.

Francisco Jr.

Francisco Jr. ressaltou sua relação com a cidade de Goiânia | Foto: Reprodução

Francisco Jr. ressaltou sua relação com a cidade de Goiânia | Foto: Reprodução

No seu programa eleitoral, Francisco Jr. foca em se mostrar um cidadão comum. A câmera o acompanha enquanto ele deixa seu apartamento e, no carro, narra sua vida em Goiânia. “Sou nascido e criado em Goiânia, aqui eu também casei e criei meus filhos, estudei, me formei, fui professor, advogado, vereador e deputado, eu tenho uma relação intensa com Goiânia”, afirma ele.

“Quando eu saio pelas ruas, e eu ando muito, eu fico incomodado quando vejo as portas do comércio fechado, as filas nos cais, quando eu vejo a escuridão, a sujeira na cidade”, aponta Francisco. “O povo de Goiânia não merece isso”, diz. “Sempre me perguntam porque é que eu, sendo uma pessoa de bem, insisto tanto em mexer com política. Mas eu aprendi que não tem sentido eu viver bem com meu trabalho enquanto tantas pessoas sofrem e não têm uma vida digna”, conclui.

Delegado Waldir

Delegado Waldir explorou imagem de pessoa que revolucionou a própria vida e fará o mesmo com Goiânia | Foto: Reprodução

Delegado Waldir explorou imagem de pessoa que revolucionou a própria vida e fará o mesmo com Goiânia | Foto: Reprodução

Assim como Iris, o foco de Waldir no programa eleitoral foi sua trajetória de vida. Ao contrário do peemedebista, no entanto, o delegado falou mais de sua história pessoal que da política. “Conquistas acontecem depois de muito trabalho e persistência. Com o Delegado Waldir foi assim: Os estudos e a caixa de engraxate eram grandes aliados na renda. Batalhou como pedreiro, vendedor e professor”, diz a narração do programa.

“A vida mudou depois que ele se formou em Direito e fez concurso para a Polícia Civil”, continua, “Ele encontrou a realização em uma das profissões mais perigosas e honradas: Proteger a vida do cidadão”. “Se conseguiu mudar a própria vida, ele também vai transformar Goiânia na cidade que queremos”, conclui o texto.

Waldir entra em seguida para prometer, depois de falar que suas prioridades serão a segurança pública, creches, transporte, saúde e educação, que vai apresentar propostas inovadoras. “Juntos, vamos passar Goiânia à limpo, pode confiar”, assegura.

Djalma Araújo e Flávio Sofiati

Com pouco tempo de TV, Djalma Araújo e Flávio Sofiati tiveram que ser rápidos e claros | Foto: Reprodução

Com pouco tempo de TV, Djalma Araújo e Flávio Sofiati tiveram que ser rápidos e claros | Foto: Reprodução

Os dois programas mais curtos foram o de Djalma Araújo e Flávio Sofiati, que, somados, não tiveram nem 30 segundos de fala. O jeito foi ser direto. Djalma disparou: “Antes e depois desse programa é só conversa fiada. Você quer discutir e ouvir proposta de uma outra Goiânia, acesse nossas redes sociais, vote Djalma Araújo”.

Já Sofiati aproveitou que seu programa foi o último a ser exibido e se apresentou como alternativa aos candidatos que falaram antes dele, explorando a postura do seu partido de se colocar como um caminho diferente. “Apesar de tudo o que você ouviu até agora, não perca a esperança. Você tem opção, você tem o Psol. Vote 50”, disse.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.