Com novo convênio, OAB quer incentivar empreendedorismo na advocacia

Acordo entre entidades pretende trazer novo modelo de gestão para a seccional e para filiados que pretendem abrir seu próprio negócio

 Diretor superintendente do Sebrae GO, Igor Montenegro e o presidente da OAB GO, Lúcio Flávio, durante assinatura de convênio | Foto: Leoiran / assessoria OAB-GO

Diretor superintendente do Sebrae GO, Igor Montenegro e o presidente da OAB GO, Lúcio Flávio, durante assinatura de convênio | Foto: Leo Iran / assessoria OAB-GO

“O escritório de advocacia não se adequa ao conceito de empresa, mas em termos de profissionalismo interno, é preciso que seja assim.” A afirmação é do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio Siqueira, que firmou, na manhã desta sexta-feira (12/2), uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Goiás (Sebrae).

O termo de cooperação técnica e prestação de serviços, também assinado pelo diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, tem os objetivos de atender, capacitar e prestar consultoria aos 46 mil advogados registrados na OAB no Estado, que terão acesso aos serviços e produtos do Sebrae voltados à abertura e melhoria da gestão do próprio negócio.

O Sebrae, em parceria também com a Escola Superior de Advocacia de Goiás (ESA), vai oferecer duas frentes de apoio aos advogados. A primeira são os cursos, que ensinarão conceitos de uma boa gestão do negócio. A outra são as consultorias, que fornecem profissionais para acompanhar a empresa no dia a dia, fazendo um trabalho de diagnóstico da empresa, além da construção e implantação de um plano de trabalho.

O acordo também prevê o apoio do Sebrae à própria OAB, visando a implantação de um novo modelo de gestão dentro da própria entidade. “A parceria com o Sebrae resgata um compromisso nosso de campanha, pois vamos dotar o advogado do profissionalismo que ele precisa para gerir seu próprio negócio e também significa a introdução de um novo modelo de gestão aqui na nossa seccional”, afirma o presidente da OAB-GO.

O diretor do Sebrae, Igor Montenegro, explica que o objetivo final é tornar a advocacia goiana mais produtiva e, consequentemente, mais competitiva. “Hoje a competição não se apenas no âmbito local, mas extrapola fronteiras. Ganha quem for mais produtivo e mais competitivo.”

Montenegro explica ainda que uma boa gestão potencializa os resultados de qualquer tipo de organização, seja governo, iniciativa privada ou terceiro setor. “E com um escritório de advocacia não é diferente.” O dirigente completa: “Uma melhor estratégia de administração na perspectiva da gestão financeira, gestão de pessoas e de planejamento do negócio é a diferença entre um melhor ou pior resultado”.

Para o presidente Lúcio Flávio, a parceria vem em um momento importante para o atual cenário econômico. “Um país só sai da crise quando os cidadãos passam a empreender, a depender menos do Estado e mais da sua capacidade de gerar negócios de gerar lucros. E queremos incentivar a advocacia a isso. A advocacia é uma profissão liberal , privada, que precisa de profissionalismo para dar certo”, afirmou.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.