Com dívidas de R$ 17 milhões, Marcelo Piquiras espera recuperação em dois anos

Tradicional grupo que comanda estabelecimentos do ramo de alimentação, bar e choperia na capital entrou com pedido de recuperação judicial recentemente

Marcelo Piquiras: "As coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando” | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Marcelo Piquiras: “As coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando” | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A previsão para que o Empório Piquiras Ltda e Outros conclua o processo de recuperação judicial protocolado no último dia 28 de agosto é de dois anos. Pelo menos essa é a expectativa do empresário Marcelo Piquiras, ao comentar a situação em entrevista ao Jornal Opção Online, nesta terça-feira (1º/9).

“A situação está sob controle, espero que a recuperação seja rápida o bastante. Essa é a nossa esperança e que ela se resolva bem em dois anos”, disse. Segundo ele, a decisão de entrar com o pedido partiu do momento em que se percebeu que o crédito estava pequeno. “As coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando”, completou.

Marcelo atribui a dificuldade ao momento de crise por qual passa o Brasil. “O movimento vem caindo em 30% desde o ano passado. E não é só com a gente, mas com o mercado em geral”, resume.

Com dívida a credores que soma R$ 17,6 milhões, o grupo entrou com pedido de recuperação judicial na 7ª Vara Cível de Goiânia, que tem à frente o juiz Ricardo Teixeira Lemos. O grupo liderado por Marcelo Piquiras completou 30 anos de atuação na capital em 2015.

7 respostas para “Com dívidas de R$ 17 milhões, Marcelo Piquiras espera recuperação em dois anos”

  1. Avatar Epaminondas disse:

    Vou ajudá-lo, parando de reparar que a mensagem “10% é opcional”, presente em toda conta, está no rodapé e dobrada de forma o cliente não veja.

  2. Avatar Fábio Weyne de Lacerda disse:

    São gente séria e competente, mas as vezes há percalços na carreira de todo empreendedor e o cenário recessivo de nosso país é um desafio à todos. Sou cliente há anos e torço pela recuperação da empresa para que possa continuar nos atendendo ainda por muito tempo e mantendo empregos para tantas famílias.

  3. Avatar Marcelo Melgaço Costa disse:

    “Coisas” ficam inadimplentes?

  4. Avatar Bordô disse:

    Experimente deixar de utilizar produtos vencidos e ser pego pela vigilância sanitária de seis em seis meses. Talvez ai os clientes voltem!

  5. Avatar CARLOS SOARES disse:

    esse pessoal do pequiras pra quem não sabe faz um papel muito serio e humano na ajuda de varios pessoas carentes e estituição de caridades com alimentação ,matando a fome de varias crianças e adultos todos os dias, que deus abençoa esta estituição.. eu sou prova disso porque eu mesmo ja levei varias veses alimentação que foram doadas por eles,coisa de primeira linha parabens

  6. Avatar Luis Hector San Juan disse:

    Assim é fácil… O entrevistado jogou a culpa à crise do mercado… Grande problema! “O movimento vem caindo em 30% desde o ano passado”, e não é só com a gente, mas com o mercado em geral”, ele disse. Ou seja: esse grupo não foi o único afetado pela situação econômica e, no entanto, os demais não pediram recuperação… Por que será? Tem mais: “as coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando”, ele disse, e nem falou por que a administração do grupo não tomou medidas para ajustar-se aos menores resultados… Faça o favor, uma entrevista assim nem deveria ser publicada, chega a ser uma ofensa a outros empresários que amargaram prejuízos e “cortaram na carne”… Em casos semelhantes a dívida é parcelada em prazos bastante longos e sem juros ou com juros “micro”. Assim dá para tentar pagar a dívida só com os lucros futuros. Que belo negócio, não acham?

  7. Avatar Valéria disse:

    Uma coisa é certa: Qdo as pessoas e empresas estão bem…todos querem sair junto deles nas fotos, mas basta surgir algum problema que ignoram e gostam de “chutar a onça depois que está morta.”
    TENHAM MAIS CUIDADO COM JULGAMENTOS… TODDOSS NÓS ESTAMOS SUJEITOS A PASSAR POR BAIXOS E ALTOS.
    TORÇO PRA QUE POSSA RECUPERAR E VOLTAR AINDA MAIS FORTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.