Tradicional grupo que comanda estabelecimentos do ramo de alimentação, bar e choperia na capital entrou com pedido de recuperação judicial recentemente

Marcelo Piquiras: "As coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando” | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção
Marcelo Piquiras: “As coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando” | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A previsão para que o Empório Piquiras Ltda e Outros conclua o processo de recuperação judicial protocolado no último dia 28 de agosto é de dois anos. Pelo menos essa é a expectativa do empresário Marcelo Piquiras, ao comentar a situação em entrevista ao Jornal Opção Online, nesta terça-feira (1º/9).

“A situação está sob controle, espero que a recuperação seja rápida o bastante. Essa é a nossa esperança e que ela se resolva bem em dois anos”, disse. Segundo ele, a decisão de entrar com o pedido partiu do momento em que se percebeu que o crédito estava pequeno. “As coisas estavam ficando inadimplentes e tudo estava apertando”, completou.

Marcelo atribui a dificuldade ao momento de crise por qual passa o Brasil. “O movimento vem caindo em 30% desde o ano passado. E não é só com a gente, mas com o mercado em geral”, resume.

Com dívida a credores que soma R$ 17,6 milhões, o grupo entrou com pedido de recuperação judicial na 7ª Vara Cível de Goiânia, que tem à frente o juiz Ricardo Teixeira Lemos. O grupo liderado por Marcelo Piquiras completou 30 anos de atuação na capital em 2015.