Com discurso de presidenciável, Moro entra na política e se filia ao Podemos

Ato de filiação aconteceu nesta quarta-feira, 10, e o ex-juiz e ex-ministro da Justiça de Bolsonaro deve se lançar candidato ao Planalto

Com discurso de presidenciável e retomando o debate sobre o “combate à corrupção” o ex-ministro da Justiça do Governo Bolsonaro e ex-juiz federal Sérgio Moro entrou na política institucional e assinou a sua ficha filiação ao Podemos, na última quarta-feira, 11, em Brasília.

Ainda não foi confirmado se a intenção de Moro é concorrer ao Palácio do Planalto ou ao Senado Federal, porém o ex-magistrado ampliou o seu discurso e falou sobre emprego, saúde, educação, combate à fome meio ambiente, inclusão e adotou um discurso mais positivista,

Novo na política, ele focou seu discurso na classe média e em se lançar como um possível nome da “terceira-via”, contra o presidente da República. Jair Bolsonaro (sem partido), com quem rachou após um ano e meio de Governo, e com o ex-presidente Lula (PT), que Moro julgou na Operação Lava Jato o tirando das eleições de 2018.

“Precisamos recuperar a ideia de que vivemos e dividimos o mesmo País, de que somos todos irmãos, amigos e vizinhos. Podemos até divergir em alguns assuntos, mas temos, como brasileiros, mais pontos em comum do que diferenças. Nossas únicas armas serão a verdade, a ciência e a justiça”, afirmou o presidenciável que já desponta com 8% nas primeiras pesquisas de intenção de voto.

Discurso

Em um discurso que teve mais de 50 minutos, o presidenciável se dirigiu aos mais de dois mil presentes no ato de filiação ao partido e disse que está “ansioso para o que está por vir”, mesmo sem ter uma carreira política e um treinamento para discursos.

“A vida pública me testou mais de uma vez, como juiz da Lava Jato e como ministro da Justiça. Vocês conhecem a minha história e sabem que tomei decisões difíceis e que nunca recuei do desafio. O Brasil não precisa de líderes que tenham voz bonita, o Brasil precisa de líderes que ouçam e atendam a voz do povo brasileiro.”, discursou o ex-ministro e ex-juiz federal.

Apoio do partido

O novo membro do Podemos terá o apoio da presidente nacional da sigla, a deputada federal Renata Abreu e o senador e ex-presidenciável Alvaro Dias, que endossaram o nome de Moro para o Planalto Federal.

De acordo com a presidente, a chegada de Moro ajuda o partido a enfrentar o sistema político do Brasil e que alguém que saiu de uma carreira na magistratura só tem a contribuir para a construção de um luta contra a corrupção.

“O Brasil precisa de um líder com coragem, com determinação e com responsabilidade. Um líder que nos orgulhe lá fora, que tem responsabilidade pelo que fala, pelo que ele diz, porque sabe que ele é exemplo de muitos brasileiros”, reforçou a presidente da Sigla.

Além de Moro, o senador Alvaro Dias também disse que o ex-procurador da República Deltan Dallagnoll se filiará à sigla para tentar uma cadeira na Câmara Federal e para o trabalho contra a corrupção.

“É um novo rumo para este país que está em confronto entre os extremos e a dicotomia do bem e do mal”, discursou.

Uma resposta para “Com discurso de presidenciável, Moro entra na política e se filia ao Podemos”

  1. Avatar Josuelina Carneiro disse:

    O ex-juiz Moro pode ter boas intenções, mas terá que enfrentar inúmeros obstáculos. Os corruptos não vão facilitar sua carreira política. Políticos investigados e punidos pelo Moro, estão com sede de vingança e já se movimentam para jogar areia
    no caminho dele, principalmente os parlamentares mais velhos que afirmam ser inocentes e só o juiz viu desonestidade em suas “condutas ilibadas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.