Com apoio de Lissauer, Dannillo Pereira deve deixar Patriota para disputar vaga em Brasília

A convite de Daniel Vilela, diálogo está avançado com MDB, mas também inclui possibilidades de PSD e PTB

Após conquistar o apoio do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), o pré-candidato a deputado federal Dannillo Pereira (Patriota) demonstrou confiança com a possibilidade de se eleger, mas afirmou que vai sair do partido para disputar as eleições. Apesar dos pedidos de Jorcelino Braga, presidente do Patriota em Goiás, Dannillo trocará de sigla porque Braga tende a apoiar a pré-candidatura de Gustavo Mendanha (sem partido) ao Governo de Goiás, e Lissauer é um dos principais aliados de Ronaldo Caiado (UB), que busca ser reconduzido ao Palácio as Esmeraldas.

“Eu vou sair do Patriota e vou para um partido da base. O Daniel Vilela já me fez o primeiro convite e as conversas estão avançadas”, conta ao Jornal Opção. Além do estágio das conversas, a tendência de se filiar ao partido dirigido em Goiás pelo pré-candidato a vice-governador na chapa de Caiado é reforçada pela própria trajetória de Dannillo. O pré-candidato a Câmara dos Deputados vem de uma família emedebistas de Rio Verde. No entanto, apesar do cenário mais favorável ao MDB de Daniel Vilela, Dannillo Pereira também mantém diálogos com o PSD, que deve abrigar Lissauer, e o PTB.

Segundo o ex-vice prefeito de Rio Verde, que deixou o cargo na última semana para disputar as eleições de outubro, o apoio de Lissauer é um dos pontos fortes da disputa eleitoral, já que carrega uma base preparada pelo presidente da Alego durante o mandato. Lissauer disputaria a Câmara dos Deputado mas, após a morte do pai, teve que desistir da candidatura para assumir os negócios da família. Dannillo conta, inclusive, que já fez contato direto com várias lideranças indicadas pela estrutura de Lissauer e garante que está sendo inserido nela, para que possa desfrutar do apoio. “Ele tem todo um trabalho programado ao longo de quatro anos e está me colocando dentro dessa estrutura, sem desmanchá-la”, diz.

A relação com Lissauer já vem de alguns anos, desde que disputaram as eleições pela Prefeitura de Rio Verde, em 2016. Na época, Dannillo ainda não integrava oficialmente chapa que disputava o cargo, mas fazia parte da equipe de campanha do prefeito Paulo do Vale (UB). “Com a vitória, fui fazer parte do governo, onde fui secretário, atuei em articulação política e fui chefe de gabinete”, explica. O cargo de chefia, inclusive, só foi perdido na última semana, depois que ele deixou o posto de vice-prefeito para dedicar-se à candidatura para deputado federal. Com a conquista das eleições de 2016 e a partida de Lissauer para o segundo mandato no legislativo, então, a relação foi retomada.

Segundo Dannillo, assim que o atual presidente da Alego foi eleito, em 2018, a prefeitura de Rio Verde buscou conversas de aproximação e, graças a articulação como vice-prefeito, conquistaram o apoio para chapa. Foi assim, então, que a rede de apoio de Lissauer teria crescido e o nome do candidato surgido naturalmente nesse momento. Para ele, as principais semelhanças de atuação entre os dois são que ambos são produtores rurais e bons de articulação. “Ele é um articulador nato. Não é à toa que chegou à presidência da Alego, enquanto aqui também tenho uma facilidade de articulação muito grande na Câmara. Por isso meu nome foi apontado”, justifica.

Sobre pontos de divergências de atuação, no entanto, Dannillo parece não ter muito a listar. A princípio, segundo ele, não existem grandes diferenças entre os dois nomes, principalmente pela inserção que está tendo dentro da estrutura que Lissauer já possui, o que deve fortalecer a candidatura. “Logo após o anúncio oficial já recebemos o contato com apoio de várias lideranças e, agora, estamos montando uma agenda de visitas para trabalhar mais nisso já a partir de hoje,” afirma. Além de Lissauer, Dannillo também conta com o apoio do prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.