Com alta ocupação de leitos, Goiás pode ter volta de protocolos mais rígidos de distanciamento social

Governador Ronaldo Caiado (DEM) fará série de reuniões com prefeitos, Procurador-Geral de Justiça, presidentes do TJ e Alego e setor produtivo para definir ações coordenadas de enfrentamento à pandemia

Foto: Lívia Barbosa / Jornal Opção

O governador Ronaldo Caiado (DEM) falou, em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, 25, sobre a preocupação com o rápido aumento na ocupação de leitos nos hospitais goianos e de possíveis medidas que podem ser adotadas no estado para o combate à disseminação do coronavírus.

Apesar de a média de ocupação de leitos em Goiás estar em 75%, Caiado ressaltou que o índice se trata de uma média estadual e que alguns municípios já enfrentam situação de lotação do atendimento. “Nós temos muito mais leitos em Itumbiara, Goiânia, Anápolis, e temos uma situação mais delicada em Jataí, Formosa, Trindade. As pessoas precisam se conscientizar que não podemos continuar com esse quadro de quebras do protocolo”, alertou.

O governador disse que terá reuniões por videoconferência com os prefeitos goianos, com o Procurador-Geral de Justiça, Aylton Vechi, com o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, desembargador Carlos Alberto França, presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Lissauer Vieira (PSB), e setor produtivo.

“Vamos nos acautelar no sentido de poder fazer com que as ações sejam muito bem coordenadas entre todos os poderes constituídos e vamos buscar a volta de protocolos com mais exigência, uso de máscaras, diminuição de eventos presenciais. Tudo isso será fundamental para que a gente leve adiante o nosso combate à pandemia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.