Com acordo mantido, policiais civis retiram indicativo de greve

Voto em separado apresentado na tramitação da PEC da Previdência manteve os direitos vigentes da Polícia Civil até a publicação posterior de lei federal

Em entrevista ao Jornal Opção, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol), Paulo Sérgio, disse que com o cumprimento do acordo sobre a especificidade da categoria na reforma da Previdência estadual, o setor retirou o indicativo de greve.

Na manhã desta sexta-feira, 20, o líder do Governo, deputado Bruno Peixoto (MDB) apresentou um voto em separado na tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mantendo os direitos vigentes da Polícia Civil até a publicação posterior de lei federal.

O voto acatou sugestão do deputado Eduardo Prado (PV), em conformidade com o acordo feito com a categoria e foi aprovado pelo colegiado.

“Nosso indicativo de paralisação foi retirado, foi feito o acordo e foi cumprido, só demos o primeiro passo para tentar manter nossos direitos, mantendo o que aconteceu com os policiais da União. Ainda não é dia de festa, mas estamos aliviados, porque temos a chance de manter nossos direitos”, considerou o líder sindical.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.