Codego vai iniciar processo licitatório para novo Distrito Agroindustrial em Caldas Novas

Governador José Eliton determinou a medida e liberou R$ 5 milhões para o Goiás na Frente

José Eliton determina licitação para Novo Distrito Agroindústrial de Caldas Novas | Foto: Humberto Silva

O governador José Eliton determinou à Codego (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás) que dê início, imediatamente, ao processo licitatório para a construção do um novo Distrito Agroindustrial na cidade, além da liberação de R$ 5 milhões do Goiás na Frente.

A prefeitura de Caldas Novas está concluindo os trâmites legais para a documentação necessária, visando receber os recursos do Goiás na Frente. “A prefeitura já tem o maquinário necessário, economia que vai possibilitar mais ruas recuperadas e pavimentadas em Caldas Novas”, informou o presidente da Codego, Júlio Vaz.

José Eliton liberou, na última quinta-feira (19/4), mais R$ 11,4 milhões do programa Goiás na Frente para 32 municípios, totalizando R$ 102,47 milhões a 187 municípios (76% das cidades goianas). “A nós não interessa se determinada obra é obrigação do município e não do estado, o que interessa é a pessoa que está precisando”, pontuou o governador.

Distrito Agroindustrial –

Júlio Vaz explicou que os últimos detalhes para o início das obras do Distrito Agroindustrial de caldas Novas foram acertados esta semana com o prefeito Evandro Magal e o terreno já adquirido, com quase 6 alqueires, pelo valor de R$ 680 mil. Segundo ele, o projeto “já está pronto”. A determinação do governador José Eliton está sendo cumprida “em regime de urgência para que a obra seja iniciada o mais breve possível”, anunciou Júlio Vaz.

 O polo industrial será edificado ao lado da rodovia que liga Caldas a Morrinhos, com vistas a integrar a região e, com isso, potencializar ainda mais a economia do município. A previsão do Governo de Goiás é instalar infraestrutura, como asfalto, água e esgoto, em toda a área como forma de estimular o empreendedorismo e também gerar empregos e renda.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.