Cobrança do IPTU e ITU em Goiânia pode ser suspensa por 60 dias

Medida tem objetivo de aliviar bolso do contribuinte durante a crise do coronavírus

Vereador Lucas Kitão (PSL) | Foto: Ascom

Projeto que pede suspensão da cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto Territorial Urbano (ITU) por 60 dias deve ser apresentado pelo vereador Lucas Kitão (PSL) através de requerimento à Prefeitura de Goiânia.

De acordo com Kitão, as medidas de contenção da Covid-19, com isolamento social e fechamento de empresas de vários segmentos pode prejudicar a renda de várias famílias em Goiânia. Com isso, se faz necessário suspender o parcelamento dos impostos com o objetivo de aliviar a renda dos goianienses.

Com o não pagamento referente a dois meses, argumenta Kitão, os valores poderiam ser diluídos nas parcelas futuras, sem cobrança de juros e multas. Os contribuintes que optaram pelo parcelamento em fevereiro deste ano, por exemplo, deverão quitar o imposto até o dia 20 de cada mês.

O requerimento será apresentado na próxima sessão extraordinária da Câmara Municipal de Goiânia, que deve ocorrer nesta semana, assim que chegar o decreto de calamidade do município à Casa. “Assim que for analisado o decreto, também vamos protocolar o requerimento”, afirma o vereador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.