Clube Jaó interrompe atividades após afogamento de criança

Equipe publica nota de pesar e informa que, agora, só falará sobre o caso judicialmente

Foto: Reprodução

Em nota de pesar, publicada nesta segunda-feira (15/10), o Clube Jaó lamentou a morte da criança que se afogou em uma das piscinas do clube na tarde de domingo (14/10) e decretou luto oficial de cinco dias. Ao Jornal Opção, a equipe disse que, agora, só falará sobre o caso judicialmente.

Na nota, o clube informa que está prestando assistência à família da vítima e se coloca à disposição para prestar esclarecimentos para os órgão públicos competentes. A equipe ainda reforça que sua equipe de segurança prestou os primeiros socorros e que o Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Goiás, sua equipe foi acionada às 18h de domingo e, quando chegaram ao local, a criança, de 6 anos de idade, já havia sido retirada da água. Uma médica fazia manobras para reanimar a vítima e logo o Corpo de Bombeiros tomou conta do caso.

A equipe do Samu também esteve no local e, segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma hora depois do acidente, o médico do Samu atestou do óbito da criança. Segundo contam testemunhas, a vítima teria ficado cerca de seis minutos submersa.

As atividades desta segunda-feira (15/10) foram suspensas no clube, em solidariedade à fatalidade ocorrida no dia anterior.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.