Cláudio Meirelles diz que direção do PR faz jogo sujo e ameaça sair do partido

Deputado estadual cita divergências pessoais com a deputada Magda Mofatto e afirma que tem sido “atropelado” pela sigla

Foto: Marcos Kennedy

Bruna Aidar e Marcelo Gouveia

O deputado estadual Cláudio Meirelles, do PR, não está nem um pouco satisfeito com a direção do partido e sinaliza até mesmo deixar a legenda, caso continue sendo “atropelado”, como o mesmo faz questão de pontuar.

Em entrevista ao Jornal Opção, nesta quarta-feira (5/4), o parlamentar citou um desentendimento pessoal com a deputada federal Magda Mofatto. O atrito, relata Cláudio, surgiu ainda nas eleições de 2016, quando o diretório goiano do PR teria ignorado o posicionamento de parlamentares e da militância da sigla no momento de costurar alianças e lançar candidaturas.

“Em 2016, tivemos muitas divergências devido a interesses da deputada. Por isso, minha questão no PR é delicada e na primeira oportunidade que tiver posso repensar minha permanência na legenda. Como deputado mais votado no PR, me sinto perseguido e desrespeitado pela direção da legenda”, enfatiza.

Durante a entrevista, Cláudio também criticou a postura de Mofatto em adotar um discurso de independência da base aliada ao governo estadual, apesar de manter cargos na administração. Para ele, a liderança do partido promove, dessa forma, um “jogo sujo”.

“Não concordo com esse jogo, muitas vezes, até sujo. Ou você é governo ou você é oposição. O partido permanece ligado à administração, tanto que possuímos vários cargos e a deputada é uma pretensa candidata ao Senado na chapa majoritária”, diz, lembrando ainda, que sua insatisfação é compartilhada por colegas de legenda.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.