Classe precisa se mobilizar para garantir aprovação da reforma tributária, diz líder empresarial

Articulação do setor produtivo pró-reforma é discutida em encontro inédito em Caldas Novas com lojistas de todas as regiões de Goiás

Foto: Reprodução

Para o líder empresarial Carlos Alberto Serpa, diretor executivo da Câmara de Dirigentes Lojistas de São José (SC), a aprovação da reforma tributária dependerá, em larga medida, da capacidade do empresariado de se articular no Congresso.

No Encontro de Líderes Lojistas 2019, em Caldas Novas, Serpa defendeu a necessidade de a classe fortalecer as instituições que representam o setor, sobretudo o comércio varejista. O evento foi organizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL-GO).

Carlos Serpa também apresentou dados do Banco Mundial que colocam o Brasil na posição elementar de nº 109 no ranking global de países mais ou menos avançados em relação ao ambiente de negócios. A Nova Zelândia, na Oceania, ocupa a primeira colocação. Parte desse cenário, segundo ele, foi desenhado pelo baixo grau de associativismo da classe empresarial brasileira.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.