Claro Vivo e Tim arrematam ‘filé mignon’ do 5G

Grandes operadoras venceram o leilão das frequências 3,5 GHz, principais faixas da nova tecnologia

Comissão Especial de Licitação da Agência para leilão do espectro (banda) 5G, na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília. | Foto: José Cruz/Agência Brasil

As operadoras Claro, Vivo e Tim arremataram, nesta quinta-feira (4) as principais faixas  do leilão de 5G. Como esperado, as maiores operadoras de telefonia móvel do país ficaram com o “filé mignon” da nova tecnologia, as frequências 3,5 GHz (gigahertz).

A faixa permite velocidades até cem vezes mais rápidas do que as de 4G. A frequência foi separada em quatro lotes. A Claro arrematou o primeiro por R$338 milhões. A Vivo ficou com a segunda por R$420 milhões. O terceiro foi arrematado pela Tim por R$ 351 milhões. Um deles não recebeu proposta.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) espera leiloar 80% das frequências. Assim, a expectativa é que outra rodada de leilões seja realizada futuramente.

O fundo Patria arrematou a frequência 700 MHz (megahertz) e terá de levar 4G para mais de 1100 trechos de rodovias federais do país. Na faixa de 3,5 GHz, houve disputa para blocos das regiões Nordeste e Sul.

No Nordeste, empresa Brisanet, também responsável pela região Centro-Oeste, arrematou o leilão. No Sul, o Consórcio 5G Sul venceu com uma oferta de R$ 73,6 milhões depois de 15 lances.

Uma nova empresa de telefone venceu o lote que abrange os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. A região será assistida pela Cloud2U.

Por fim, a Algar ficou com o último lote regional, que cobre o triângulo mineiro, partes do Mato Grosso do Sul e de Goiás.

O leilão reforçará a lista de concessões realizadas no governo e será usado por Jair Bolsonaro para fazer campanha em 2022. A expectativa é que a telefonia de quinta geração esteja disponível até julho de 2022 em todas as capitais nacionais.

Com informações da Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.