Após terem marcado piores índices do histórico em novembro e dezembro, precipitações nas duas regiões devem ficar entre 78% e 87% da média no primeiro mês de 2021

Conforme projeção da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgada nesta segunda-feira, 28, as chuvas na região das hidrelétricas, principal fonte de energia do Brasil, devem seguir abaixo da média em janeiro.

Após terem marcado os piores índices do histórico em novembro e dezembro, as precipitações no Sudeste e Centro-Oeste devem ficar entre 78% e 87% da média no primeiro mês de 2021.

As duas regiões vêm operando com cerca de 17,5% da capacidade de armazenamento, perto das mínimas de 15% tocadas no final de 2014, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

“No início do mês de dezembro estávamos com expectativa mais positiva de chuva… até chegarmos ao cenário mais recente, com tendência de chuvas abaixo da média (em janeiro) na maior parte do Brasil e em torno da média no Sul”, disse o analista de Preços da CCEE, Rodrigo Azambuja.