Chuva forte causa estragos na capital; setor Jaó foi um dos bairros mais atingidos

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, em seis horas choveu um pouco mais do que a metade da média de chuva para todo o mês, acumulando 131,2 mm

Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

As fortes chuvas que atingiram a capital nesta quinta-feira, 11, deixaram estragos por toda a cidade. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, em seis horas choveu um pouco mais do que a metade da média de chuva para todo o mês, acumulando 131,2 mm. 

Em entrevista ao Jornal Opção, o secretário de Infraestrutura Urbana de Goiânia, Luiz Bittencourt, afirmou que a equipe da Prefeitura está fazendo levantamento sobre os estragos, mas adiantou que um dos pontos mais críticos foi detectado no setor Jaó, região Norte da Capital. “Outros pontos, como na Vila Roriz e na Marginal Botafogo não foram tão afetados devido ao trabalho de contenção que fizemos anteriormente”, ressaltou. 

Luiz Bittencourt disse ainda que a prefeitura de Goiânia deve criar o Plano Diretor de Drenagem Urbana para uma solução mais definitiva para os constantes episódios de alagamento na cidade. 

“Precisamos rever muita coisa. Recentemente refizemos toda a estrutura de drenagem na Avenida Goiás, que era da época da fundação de Goiânia. Não queremos improvisos. O prefeito Rogério Cruz (Republicanos), quer trabalhar com planejamento para soluções mais definitivas”, frisou. 

O secretário pediu ainda a colaboração da população para não jogar lixo na rua e revelou que, em janeiro, foram retiradas 200 toneladas de lixo de 1.300 bocas de lobo da capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.