Chico Rodrigues pede afastamento da vice-liderança no Senado

Afastamento atende a pedido do presidente Jair Bolsonaro. Presidente diz a apoiadores que a operação da PF é “fator de orgulho para o governo”

Senador Chico Rodrigues (DEM-RR) | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Após repercussão negativa em torno da operação da Polícia Federal na qual o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) foi flagrado com dinheiro na cueca, o parlamentar pediu afastamento do cargo de vice-líder do governo no Senado. A saída do posto acontece após um pedido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A informação foi confirmada pelo líder do governo na casa, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) ao Valor Econômico. O presidente também comentou o caso na manhã desta quinta-feira, 15, em frente ao Palácio da Alvorada. Para ele, a operação da PF é “fator de orgulho para o governo” e prova que não há proteção de ninguém nas investigações de corrupção. Na ocasião, Bolsonaro foi aplaudido por apoiadores.

Apesar de Rodrigues ser um de seus parlamentares mais próximos, Bolsonaro disse que o caso não tem nada a ver com o governo. “Alguns acham que toda a corrupção tem haver com o governo. Não. Nós destinamos dezenas de bilhões de reais para estados e municípios, tem as emendas parlamentares também, e, de vez em quando, não é muito raro, a pessoa faz uma malversação desse recurso”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.