Chegada de Vilmarzin não inviabiliza continuidade de José Nelto e pré-campanha de Moro

Partido ficará nas mãos do vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, e ficará sob tutela mendanhista, o que atrapalha a manutenção do deputado federal José Nelto

Caindo no colo do vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, a Comissão Provisória do Podemos|GO, que anteriormente era liderada pelo deputado federal José Nelto, não deve ter grandes repercussões na pré-campanha do ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro (Podemos) à presidência da República. Vilmarzinho, como é conhecido, inclusive disse que vai conversar com o deputado José Nelto para que ele continue na sigla e dispute a reeleição. O vice-prefeito assumiu o posto na última quinta-feira, 20.

Há um impasse, no entanto. Enquanto José Nelto é próximo do governador Ronaldo Caiado (Democratas), o vice-prefeito de Aparecida afirma que o partido está “100% fechado com o projeto de pré-candidatura do prefeito, Gustavo Mendanha [ainda sem partido]”. Mesmo assim ele diz que o deputado tem o direito de ficar no partido em busca da reeleição.  

“O deputado tem todo o direito de ficar no podemos, vamos conversar com ele neste sentido, para que ele dispute a reeleição e fique na sigla”, pontua o vice-prefeito. Toda essa situação, a filiação, chegada à presidência tem sido conversada com a presidente Nacional do partido, a deputada federal Renata Abreu (Podemos), com quem tem articulado a chapa de oposição. “Já conversamos, mas a priori o Podemos Nacional está 100% fechado com a candidatura de oposição no Estado de Goiás”, afirma Vilmarzin. 

Atual presidente, o deputado José Nelto não nos respondeu até o fechamento desta matéria. O espaço continua aberto para o deputado federal.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.