Cesta básica em Goiânia tem quinto maior aumento do país

Com base no custo da cesta mais cara, Dieese calcula que salário mínimo no Brasil deveria ser R$ 5.997,14

A capital goiana é uma das cinco cidades brasileiras que tiveram altas mais expressivas na variação mensal no preço da cesta básica. A Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioecômicos (Dieese) analisou, no total, 17 capitais. As que apresentaram um aumento maior foram Brasília com 6,36%; Aracaju com 6,23%; João Pessoa com 5,45%; Fortaleza com 4,89% e Goiânia com 4,63%. Em nota a imprensa,

O levantamento também calculou quanto deveria ser o salário mínimo para a manutenção de uma família de quatro pessoas. Com base no custo da cesta mais cara, o valor deveria ser de R$ 5.997,14. Atualmente, o valor é de R$ 1.212, o que é equivalente a menos 4,95 do valor necessário. Em Goiânia, o valor atual da cesta está em R$ 624,91.

O estudo do departamento também revelou o tempo médio necessário para adquirir os produtos de uma cesta básica. Em janeiro deste ano, era necessário cerca de 112 horas e 20 minutos. Já no mês passado, o tempo foi de 119 horas e 53 minutos. A atual porcentagem do salário mínimo líquido, em Goiânia, é de 55,74%. Com isso, o tempo de trabalho necessário para adquirir uma cesta básica é de 113 horas e 26 minutos.

O preço dos alimentos foi outro aumento apontado na pesquisa. O quilo do café em pó subiu em todas as capitais analisadas na comparação com dezembro. Segundo o Dieese, “a expectativa de quebra da safra 2022/2023 e os menores estoques globais de café elevaram tanto os preços internacionais quanto os preços internos”. Além do café, o açúcar e óleo de soja ficaram mais caros em 15 capitais. No Centro-Oeste, a retração oscila entre -8,44%, diz nota do Departamento. Em Goiânia, a diminuição foi de 2,61%. Já a batata ficou com uma variação de 20,30%. As chuvas de janeiro atrasaram a colheita, o que causou redução na oferta, mostra a pesquisa. Um recuo nos preços aconteceu com o arroz agulhinha e o feijão em 16 das 17 capitais pesquisadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.