Central de fiscalização da Covid-19 multa mais de 30 estabelecimentos em Goiânia

Locais descumpriam protocolos sanitários do combate à doença causada pelo coronavírus

Foto: Secom

A Central de Fiscalização da Covid-19, da prefeitura de Goiânia, autuou 33 estabelecimentos que descumpriam os protocolos sanitários de combate à Covid-19 durante a Operação Carnaval, que fiscalizou 87 locais em diferentes regiões de Goiânia. Outros 10 foram intimados por motivos diversos.

Entre os estabelecimentos fiscalizados estavam bares, restaurantes, boates, festas clandestinas e igrejas. Outros 44 estabelecimentos denunciados pela população por meio do aplicativo Prefeitura 24 horas estavam cumprindo as exigências no momento da fiscalização e não sofreram penalidades.

As principais irregularidades encontradas foram: excesso de pessoas, não uso de máscaras, funcionamento irregular (boates e festas) ou fora do horário limite (distribuidoras, bares e restaurantes). Houve também dezenas de outros locais não contabilizados pela Central, abordados somente pelas equipes da Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar.

“A triste constatação é que o contingente de pessoas que insistem em desrespeitar os protocolos de prevenção ainda é muito grande. Bares lotados, boates abarrotadas e até mesmo igrejas admitindo número excessivo de pessoas em seus templos refletem o aumento do número de casos de internação e de óbitos e colocam a cidade à beira de um colapso sanitário”, explica o diretor da Vigilância Sanitária, Jadison Tavares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.