Centenas de pessoas se reúnem na Praça Universitária contra o impeachment

Manifestação de apoio à presidente da República, ao nomeado ministro-chefe da Casa Civil e ao Executivo nacional tem participação de jovens com cartazes, faixas, carro de som e bandeiras

Foto: Alexandre Parrode

Participantes de manifestação em defesa do governo federal começam a se concentrar na Praça Universitária | Foto: Alexandre Parrode

O ato de apoio ao governo federal teve início por volta das 18 horas desta sexta-feira (18/3) na Praça Universitária. De acordo com informações da equipe do Jornal Opção que está no local, muitos jovens participam da manifestação favorável à manutenção da presidente da República Dilma Rousseff (PT) e Luiz Inácio Lula da Silva, nomeado ministro-chefe da Casa Civil nos cargos.

Com bandeiras, cartazes e faixas, movimento atraiu centenas de pessoas para a Praça Universitária. Gritos de “Olê olê olê olá, Lula Lula” e “Não vai ter golpe” são puxados pelos participantes, que usam, em sua maioria, camisas vermelhas.

Por volta das 19 horas, os participantes começaram a dar a volta na Praça Universitárias e gritam “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”. A Polícia Militar (PM) informou que cerca de 500 pessoas estão na manifestação. Já a organização do ato em apoio ao governo federal fala em aproximadamente 2 mil.

De forma pacífica e plural, manifestação em defesa do governo federal reúne jovens, famílias, crianças, militantes de partidos da base do Executivo nacional, políticos, simpatizantes de Dilma e Lula. Segundo equipe do Jornal Opção que acompanha o ato, evento aconteceu sem problemas e de forma respeitosa, sem agressões verbais ou físicas a qualquer pessoa.

Depois das 19h30, apresentações culturais começaram a acontecer na Praça Universitária. Ato em Goiânia acontece ao mesmo que em outras cidades, como em São Paulo, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou e discursou na Avenida Paulista.

Entre os políticos presentes até o momento no ato, estão o deputado federal Rubens Otoni (PT), a deputada estadual Isaura Lemos (PCdoB) e o ex-prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT).

Entre os sindicatos e entidades presentes, bandeiras da Central Única dos Trabalhadores (CUT), PT, PCdoB e de partidos da base aliada do governo federal se fazem presentes na Praça Universitária. (Com informações de Alexandre Parrode)

Participantes do ato pró-Dilma e Lula gritam “Não vai ter golpe”:

Ao darem a volta na Praça Universitária, manifestantes gritaram “não vai ter golpe”:

Veja galeria de fotos do ato em defesa do governo federal:

Este slideshow necessita de JavaScript.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.