Censo de Recadastramento Previdenciário em Goiânia pode causar reajustes em aposentadorias

Diferente da prova de vida, que ocorre anualmente, este processo será feito a cada 5 anos e participação é obrigatória para todos os ativos e inativos

Foto: Enviada ao Jornal Opção

O presidente do Instituto de Previdência Social dos Servidores do Município (GoiâniaPrev), Paulo Henrique Rodrigues Silva, explica que o  1º Censo de Recadastramento Previdenciário, que ocorre até 29 de agosto, não tem relação com a prova de vida, que deve ser feita anualmente pelos servidores inativos. “O Censo vai englobar todos os servidores efetivos (ativos e inativos e os dependentes, da administração municipal)”.

Questionado se reavaliações podem implicar em reajustes nas aposentadorias, o presidente informa que haverá checagem de dados. E, caso haja distorções, elas corrigidas para menos ou para mais.

Além disso, a participação no censo é obrigatória para todos os ativos e inativos. Segundo ele, quem não recadastrar terá o pagamento mensal suspenso até que seja feita a atualização de dados.

Censo

O censo integra, conforme Paulo, o processo de Modernização da Previdência Social de Goiânia, que foi iniciado pela administração municipal em 2017 e permitiu a negociação da dívida histórica da cidade com os aposentados, a atualização da legislação previdenciária e também a implantação de novos sistemas de gestão e de tecnologia. Trata-se do primeiro, mas que será feito de cinco em cinco anos.

A medida atende às determinações da legislação federal – Lei nº 10.887, de 18 de junho de 2004, e segue as orientações emitidas pelo Ministério Público Estadual (MP-GO) e Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ao GoiâniaPrev. 

Atualização

Segundo o presidente, este recadastramento irá atualizar os dados de 38.881 servidores ativos e inativos. Que serão digitalizados em um novo sistema de tecnologia, por meio de ação que segue até 29 de agosto.

Essa coleta de dados, conforme informações do GoiâniaPrev, será divida em Cadastral, Funcional e Financeiro. O primeiro atualizará os dados pessoais; o segundo terá foco na atualização do histórico funcional (cargo ocupado, data de admissão, vínculos anteriores e benefícios concedidos); e, por fim, o Financeiro ajustará a base remuneratória de contribuição dos servidores.

Ele explica que, a fim de facilitar o acesso, foram realizados agendamentos, mas que o servidor deve entrar no site da Prefeitura para verificar data, local e horário. Além disso, Paulo diz que estão disponíveis três postos de atendimentos: Posto Paço Municipal (Avenida do Cerrado, n° 999, Park Lozandes); Posto GoiâniaPrev (Avenida B, no setor Oeste); e Posto Imas (Avenida Paranaíba, no Centro).

Na ocasião de lançamento do Censo, o prefeito Iris afirmou que “essas informações vão abastecer toda a administração pública e vamos ter mais segurança nas análises e também poderemos prestar os serviços com mais celeridade”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.