Celmar Rech é eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado de Goiás

Conselheiro será o 27º ocupante da Presidência para o biênio 2019-2020. Vão compor a mesa os conselheiros Saulo Mesquita, vice-presidente e Helder Valin, corregedor-geral

Saulo Mesquita, Celmar Rech e Helder Valin | Foto: divulgação

A eleição da mesa diretora do Tribunal do Contas do Estado de Goiás (TCE-GO) para o biênio 2019-2020 foi realizada na tarde desta quarta-feira (26/9) e, por unanimidade, o conselheiro Celmar Rech foi escolhido como o 27º ocupante da Presidência do órgão a partir de janeiro do ano que vem. Além de Rech, vão compor a mesa os conselheiros Saulo Mesquita, vice-presidente e Helder Valin, corregedor-geral.

A sessão, aberta pelo presidente Kennedy Trindade, teve como destaque o caráter democrático, autônomo e harmônico da eleição. O conselheiro ressaltou a alternância na gestão. “Uma prova incontestável da maturidade institucional. Uma oportunidade para que novos valores possam contribuir para o aprimoramento desta corte”, discursou.

Após o conselheiro Sebastião Tejota, decano do TCE-GO, apresentar a chapa, coube ao procurador-geral do Ministério Público de Contas Fernando Carneiro apurar os votos. Após a apuração, Kennedy Trindade saudou a nova mesa diretora, ressaltando a trajetória dos eleitos. Tejota retomou a palavra para elogiar a atual gestão, sendo endossado pela conselheira Carla Santillo, que destacou o diálogo e avanços na capacitação e comunicação.

Na sequência, o vice-presidente eleito Saulo Mesquita frisou que o TCE-GO deu mais um passo ao futuro, mas também destacou a contribuição das gestões passadas. O conselheiro Edson Ferrari realçou que os presidente e vice eleitos são oriundos de concursos públicos. Helder Valin agradeceu a eleição para corregedor-geral e prometeu empenho para uma atuação profícua no cargo.

Ao final, o conselheiro Celmar Rech agradeceu a confiança da corte e destacou o acolhimento que teve desde o primeiro dia como conselheiro substituto há 10 anos, prometendo retribuir à instituição e ao povo goiano, absorvendo a experiência das antigas gestões.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.