CEI das Obras Paradas encerra investigações e reclama que Paço atrapalhou comissão

Prefeito Iris Rezende foi convidado a depor por duas vezes mas não compareceu para explicar sobre as obras paradas em diversas secretarias municipais

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga a situação das obras paradas em Goiânia realizou, nesta segunda-feira (27/8), sua última reunião antes da apresentação do relatório final, que deve acontecer no prazo de 20 dias.

Convidado pela segunda vez para participar da reunião e esclarecer sobre as obras paradas na capital que envolvem diversas secretarias, o prefeito Iris Rezende (MDB) não compareceu nem enviou justificativa.

“O Paço atuou para dificultar os trabalhos dessa comissão. Seja o prefeito se negando a depor, seja não nos fornecendo os documentos que solicitávamos. Tudo que descobrimos, tivemos que fazer uma investigação paralela”, afirma o relator da comissão, delegado Eduardo Prado (PV).

De acordo com o relator, a situação constará no relatório final da CEI. “Vou relatar isso porque a própria lei orgânica prevê a disponibilzação dos documentos e eles e podem ser responsabilizados. Vou pedir indiciamento por crime de responsabilidade”, finaliza.

No entanto, para o presidente da CEI, vereador Alysson Lima (PRB), a comissão teve vitórias. “Foi a partir do nosso trabalho que conseguimos a retomada de obras como a Maternidade Oeste, Escola Itamaracá, BRT, Casa de Vidro e CMEIs e a recuperação de parte da verba que seria devolvida ao governo federal”, comemora.

Deixe um comentário