CEI da Saneago vai investigar se dinheiro arrecadado em Goiânia é investido na capital

Anselmo Pereira (PSDB) acredita que Goiânia pode estar sendo prejudicada na distribuição de recursos captados pela empresa

Vereador Anselmo Pereira (PSDB) | Foto: Alberto Maia / Câmara Municipal de Goiânia

Proposta pelo vereador Romário Policarpo (PTC), a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que está sendo instalada para apuração de atos e ações da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) deve investigar também se o valor arrecadado em Goiânia pela empresa está sendo investido na capital.

O vereador Anselmo Pereira (PSDB), que pretende compor a comissão na função de presidente ou relator, diz que, ao investigar a situação, a Câmara desempenha o seu papel de fiscalizar já que o executivo não tem cumprido com essa obrigação.

“Antes de criar a CEI, a Câmara e a Prefeitura deviam ter tido juízo de estar fiscalizando aquilo que ela fez de concessão. Quando eu era presidente da casa, nós votamos mais 30 anos de prorrogação desse contrato. Nesse momento fizemos um conselho que hoje, depois de dois anos, nunca foi convocado”, explicou.

Anselmo destaca que a presidência do conselho cabe à Agência de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos de Goiânia (ARG), que tem como presidente Paulo César Pereira.

Na justificativa para o pedido de instalação da CEI, o vereador Romário Policarpo declarou: “A fim de resolver o impasse entre a concessionária e a população, esta comissão visa investigar se há erros de gestão, tanto pela Saneago quanto pela Prefeitura, que criou a Agência de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos concedidos, permitidos ou autorizados no âmbito do Município de Goiânia”.

Deixe um comentário