Cei da Enel é suspensa até 15 de fevereiro

Presidente da CEI, Mauro Rubem (PT) ressalta a necessidade do foco no Plano Diretor e na Lei Orçamentária, que tramitam na Casa

Instaurada em maio e prorrogada pro mais 120 dias em outubro, a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga os serviços prestados pela Enel é suspensa até o dia 15 de fevereiro. Requerimento foi apresentado nesta terça-feira, 7, pelo presidente da CEI, Mauro Rubem (PT). Segundo ele, a justificativa é pela necessidade do foco no Plano Diretor e no Orçamento de 2022, que ainda tramitam pela Câmara Municipal de Goiânia.

“Como os trabalhos agora estão muito acelerados aqui, sobretudo com o Plano Diretor e com a Lei Orçamentária, suspendemos os trabalhos da CEI da Enel hoje para retornarmos no dia 15 de fevereiro”, completou.

No fim de outubro, os vereadores que compõem a CEI chegaram a convocar o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, para explicar sobre o “não cumprimento das metas contratuais por parte da Enel”. Com o não comparecimento de representante da Aneel para prestar depoimento na comissão, os vereadores passaram a contatar deputados federais e senadores para fortalecimento da convocação. Até o momento, a comissão não obteve sucesso.

O petista afirma que, a partir do retorno da CEI em fevereiro, retomarão o empenho na convocação da Aneel. “Queremos continuar a insistência de responsabilizar a Aneel pela fiscalização da Enel. Sem a fiscalização não vamos melhorar os serviços de energia prestados pela Enel”, complementa o parlamentar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.