CEI convoca secretária para explicar destino de verba federal para a Saúde

Ouvido por vereadores nesta segunda-feira, secretário de Finanças não conseguiu responder aos questionamentos da comissão

Secretária de Saúde Fátima Mrué | Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde aprovou nesta segunda-feira (13/11) convocação da secretária Municipal de Saúde, Fátima Mrué, para dar explicações sobre a destinação das verbas carimbadas do Fundo Municipal de Saúde que deveriam estar sendo repassadas para os prestadores de serviços, terceirizados, hospitais, médicos, laboratórios e bancos de sangue que prestam atendimento aos pacientes do SUS na capital.

Durante a sétima reunião da comissão, na manhã desta segunda, os vereadores ouviram o secretário municipal de Finanças, Alessandro Melo da Silva, que não conseguiu responder aos questionamentos da comissão.

Questionado sobre as verbas do FMS, o titular explicou que o fundo recebe os recursos diretamente do governo federal e a secretaria de Saúde “tem autonomia e competência para administrar e fazer a gestão de toda verba”. Acrescentou que a Sefin não tem atribuição sequer para acompanhar e fiscalizar a aplicação desse recurso, o que cabe exclusivamente à Secretaria Municipal de Saúde.

Além de Mrué, também será convocado para a mesma oitiva o diretor Municipal do FNS, Cássio Muriel da Silva, para igualmente esclarecer a falta ou atraso nos pagamentos da rede prestadora de serviços do SUS no município.

Os vereadores também solicitaram à Secretaria Municipal de Saúde que seja enviado à CEI documento com o montante de recursos enviados e carimbados para a área de saúde no município e sua destinação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.