CCJ do Senado aprova indicação de Raquel Dodge para a PGR

Agora, nome da goiana passa por uma segunda e última votação, desta vez no plenário da Casa de leis

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Após sabatina realizada nesta quarta-feira (12/7), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou a indicação da goiana Raquel Dodge para o cargo de procuradora-geral da República pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Agora, o nome de Raquel Dodge passa por uma segunda e última votação, desta vez no plenário do Senado. Caso seja aprovada, ela substitui o atual procurador-geral, Rodrigo Janot, cujo mandato no comando do órgão termina em setembro.

Mestre em direito pela Universidade de Harvard e integrante do Ministério Público Federal há 30 anos, Raquel Dodge é subprocuradora-geral da República e atua em matéria criminal no Superior Tribunal de Justiça.

Pelo terceiro biênio consecutivo, ela ocupa uma cadeira do Conselho Superior do Ministério Público. A possível futura procuradora-geral da República foi procuradora federal dos Direitos do Cidadão Adjunta e auxiliou a redação do 1° Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo no Brasil.

Deixe um comentário