CCJ aprova convocação do secretário de Finanças para explicar parcelamento da data base

Líder do governo, Oséias Varão (PSB), defende medidas tomadas, mas alega ser razoável o pedido da Comissão

Foto: Reprodução

Foi aprovada, nesta quarta-feira, 29, pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Goiânia, a convocação do secretário de finanças, Alessandro Melo, para prestar esclarecimentos sobre o parcelamento e o índice aplicado à data base dos servidores municipais.

A presidente da Comissão, Sabrina Garcez (PDT), postou em sua rede social sobre a decisão, e escreveu: “É de suma importância garantir os direitos daqueles que estão carregando esta cidade nas costas”, referindo-se aos servidores públicos municipais.

O vereador Oséias Varão (PSB), líder de governo na Câmara, por sua vez, falou ao Jornal Opção que esse é o processo natural de tramitação das leis na Casa: “Eu acho razoável, tranquilo, que a CCJ faça esses questionamentos. Agora, o secretário de Finanças vai comparecer com certeza, e esclarecer isso”, afirmou.

Ele disse ainda, que no entendimento da prefeitura de Goiânia, o índice a ser considerado para aplicação do reajuste dos servidores, é o índice de inflação da cidade de Goiânia, porque é ele que impacta, de fato, os servidores do município. Mas alegou que para alguns membros da CCJ, há dúvidas se não seria o índice nacional.

“Isso vai ser discutido aqui. Há um posicionamento da prefeitura, que entende que deve ser o índice de Goiânia. E eu creio que é isso que nós vamos defender aqui como bancada do governo”, disse. Já em relação ao parcelamento, Oséias declarou: “Isso tem ver com o fluxo financeiro da prefeitura, ela tem um fluxo de caixa limitado, você não pode ir simplesmente aumentando as despesas indiscriminadamente, porque depois não dá conta de pagar”.

E finalizou: “A preocupação da prefeitura, ao parcelar esse reajuste, essa data base, é viabilizar o pagamento. Nós vamos trabalhar para defender a proposta do governo aqui na Casa. Quanto à CCJ, ela está realizando o seu papel, que é fazer os questionamentos que entende necessário”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.