CAU-GO anuncia saída do Codese e cobra gestão Iris pela retomada do Compur

Conselheiros avaliaram que caráter de regulação e fiscalização federal da autarquia desrespeitaria a isenção e a independência das decisões da entidade

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU/GO) anunciou, nesta terça-feira (19/9), sua saída do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese). Segundo o próprio conselho, por seu caráter de regulação e fiscalização federal, sua participação não respeitaria a isenção e independência das decisões da entidade.

A opção pela saída se dá em meio à discussão sobre a revisão do Plano Diretor de Goiânia, o que levou o CAU a também cobrar da prefeitura que seja retomada a agenda do Conselho Municipal de Política Urbana (Compur): “Inativo desde o início da atual gestão municipal, o Compur é, afinal, a instância responsável pelo verdadeiro debate democrático a respeito do planejamento e gestão de nossa capital.”

Apesar da decisão, o CAU afirmou que continuará colaborando com o Codese. “A disposição e expectativa em colaborar com o Codese continuarão a ser incentivadas aos arquitetos e urbanistas do Estado, em prol da evolução urbana e social do nosso município”, escreveu a autarquia.

Deixe um comentário

wpDiscuz