Caso Republicanos se alie a Gustavo Mendanha, pré-candidatos a deputado federal tendem a desistir de disputa

Intensão de João Campos em apoiar candidatura de oposição ao governador provoca reações contrárias no Republicanos

O empenho do deputado federal João Campos, presidente estadual do Republicanos, em se lançar candidato ao Senado divide o partido. Para colocar em prática sua candidatura, o líder da sigla vê a necessidade de se aliar ao Patriota, na formação de uma chapa que tem como pré-candidato ao governo o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha.

Internamente, o clima do Republicanos goiano é tenso desde a filiação do ex-deputado federal Sandro Mabel, opositor do governador Ronaldo Caiado e muito ligado a Gustavo Mendanha. A filiação foi um alerta sobre qual caminho o presidente do partido pode adotar para se viabilizar na corrida ao Senado.

A posição de João Campos causa impasse entre outras lideranças do partido, principalmente entre os nomes que estão cotados para formação da chapa de deputado federal. Os deputados estaduais Jeferson Rodrigues e Rafael Gouveia, além do ex-secretário de Segurança Pública Rodney Miranda são os principais pré-candidatos do Republicanos e defendem o apoio a Ronaldo Caiado.

“Isso (apoio a Caiado) já defini desde quando vim para o partido. Independente de qualquer posição do partido, eu estaria apoiando a reeleição do governador Caiado”, relata Rafael Gouveia. “Nosso desejo é que o partido também esteja com o governador, porém tem a candidatura do João Campos que ele tem autonomia para decidir”, completa.

Questionado se ao se confirmar a aliança do Republicanos com o projeto de Mendanha, ele manteria a candidatura a deputado federal, Rafael Gouveia diz que ainda está avaliando.

Fontes ligadas a Rodney Miranda também apontam que ele está reavaliando a pré-candidatura a deputado federal. Seria complicado para o ex-secretário de segurança estar em um mesmo palanque que Gustavo Mendanha.

O deputado Jefferson tende a ser o puxador de votos da chapa de deputados federais. Ele tem uma grande base eleitoral, formada, principalmente, com apoio da Igreja Universal. Jefferson é um dos que insiste que o partido deva caminhar com Ronaldo Caiado. Inclusive, como deputado estadual, ele compõe a base caiadista da Assembleia Legislativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.