Ação visa esclarecer a dinâmica do crime “e ainda a possível participação de outros envolvidos”

A Polícia Civil realiza desde às 15h10 desta quinta-feira, 6, a reprodução simulada, ou reconstituição, do crime que levou ao assassinato de Danilo de Souza, de sete anos, no local onde o corpo da criança foi encontrado, no Parque Santa Rita, aqui em Goiânia.

Segundo a Polícia Civil , 40 policiais civis, sendo 30 da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), 10 da Coordenadoria de Operações Especiais (CORE/GT3, grupo tático da Polícia Civil) , além de 10 policiais da Força Nacional e cinco peritos do Instituto de Criminalística (IC) estarão conduzindo os trabalhos. A área estará isolada.

[relacionadas artigos=”272977″]

Ainda conforme a polícia, a ação é etapa “essencial para esclarecer a dinâmica do crime e ainda a possível participação de outros envolvidos”. Os suspeitos pela morte do menino, Hian Alves e Reginaldo Lima, estão no local e chegaram em viaturas separadas. Testemunhas também devem participar.