Cartórios registram 78% das separações em Goiás e número tende a crescer nos próximos anos

Entre os anos de 2007 e 2018 número de casais que se divorciaram extrajudicialmente em Goiás cresceu em 147%, diz Censec 

Foto: Reprodução

Os cartórios de notas em Goiás realizaram 78% das dissoluções de casamentos em Goiás. Este é o maior percentual do país que, em 2018, teve uma média de 20% de dissoluções matrimoniais. Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Goiás registrou 5.295 divórcios em 2018. Deste total, 4.126 foram feitos diretamente em tabelionatos de notas.

De acordo com a Central de Atos Notariais (Censec) — responsável por conferir a fé pública, autenticidade, eficácia e segurança jurídica aos atos pessoais, patrimoniais e negociais da população goiana — entre os anos de 2007 e 2018 o número de casais que se divorciaram extrajudicialmente em Goiás cresceu em 147%.

Isso só se tornou possível graças a edição da lei 11.441, de 2007, que permitiu que os cartórios realizassem divórcios e inventários. O intuito da legislação em questão é promover uma desjudicialização no sentido de desafogar o Poder Judiciário e dar celeridade aos processos.

Segundo informações do portal de notícias Rota Jurídica, hoje, é possível que um divórcio seja realizado em apenas um dia, o que corresponde a um prazo muito mais célere quando comparado aos quase seis meses da via judicial.

Para os próximos anos, a expectativa é de que esse número volte a crescer novamente. Isso porque a partir da segunda quinzena deste mês passará a vigorar a lei que permite que casais com filhos menores de idade ou incapazes também se divorcie em cartório se questões relacionadas a alimentos, guarda e visitas estiverem resolvidas judicialmente. (Com informações do portal Rota Jurídica) 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.