Carteira de vacinação deverá ser apresentada no ato da matrícula no ensino infantil

Projeto de lei está em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia

Vereadora Sabrina Garcêz (PTB) | Foto: Arquivo

Um projeto de lei quer obrigar os pais ou responsáveis a  apresentarem a Carteira de Vacinação dos filhos no momento da matrícula nas escolas públicas municipais de ensino infantil.

A matéria, de autoria da vereadora Sabrina Garcêz (PTB), prevê que se a criança não tiver a carteira ou faltar qualquer vacina obrigatória na carteira apresentada, será dado um prazo de 30 dias para que ela seja providenciada e a situação regularizada. Caso nenhuma das exigências sejam atendidas, o Conselho Tutelar deverá ser comunicado.

A vereadora esclarece que a falta da carteira de vacinação não impedirá a matrícula. A ideia é aumentar a colaboração entre as áreas da educação e da saúde para que a última consiga chegar a mais crianças sem vacina e alertar os pais dos perigos da falta dela. “A compreensão pelos pais ou responsáveis da importância da vacinação infantil é fundamental para a adesão ao esquema vacinal completo”, afirma ela.

Deixe um comentário