Carros do Uber são ilegais e podem ser apreendidos em Goiânia, informa prefeitura

Em nota, Seplanh disse que atuará conforme legislação municipal, mas negou operação específica para apreensão dos veículos

A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) confirmou, nesta segunda-feira (1º/2), a ilegalidade do Uber, empresa de transporte de passageiros que começou a atuar em Goiânia na última sexta-feira (29). Em nota, a pasta disse que irá trabalhar na fiscalização, notificando, autuando e apreendendo os veículos que estiverem exercendo a atividade.

Representantes da Superintendência Municipal de Fiscalização Urbana da Prefeitura de Goiânia e do Sindicato dos Taxistas de Goiânia (Sinditáxi) se reuniram na manhã desta segunda-feira (1º/2) para tratar do assunto. Em entrevista ao Jornal Opção, o presidente do Sinditáxi, Silone Antônio dos Santos, afirmou que teria início, a partir desta terça-feira (2), uma operação de apreensão dos veículos do Uber.

A informação, no entanto, foi desmentida pela prefeitura. Apesar de reconhecer a ilegalidade da atividade, atuando de acordo com a legislação em vigor, o Paço não promoverá, ao menos por agora, uma ação específica para esta demanda.

“Atualmente, o único serviço de transporte individual de passageiros regulamentado na capital, restringe-se exclusivamente ao modelo táxis […] A Seplanh informa que atuará de acordo com a legislação municipal em vigor, executando a fiscalização do transporte de passageiros, notificando, autuando e apreendendo os veículos que estiverem exercendo a atividade de forma ilegal”, informa a Seplanh em comunicado.

11 respostas para “Carros do Uber são ilegais e podem ser apreendidos em Goiânia, informa prefeitura”

  1. Avatar Epaminondas disse:

    Olha só, Goiânia copiando as grandes metrópoles… no pior delas: Grafitagem, ocupar vias com ciclovias que ninguém usa e agora, perseguir a inovação.

    Depois da prefeitura atender deste sempre a demanda dos taxistas em limitar sua concorrência, reduzindo a oferta, aumentando o preço (Bandeira 2 durante Dezembro inteiro, à título de “13º”???) e caindo a qualidade do serviço, o que taxistas fazem diante de um concorrente inovador? Ora, vão colocar a prefeitura contra a inovação.

    Isto se não partirem para o barbarismo.

    E taxistas vão achar que os clientes não irão tomar partido.

    • Avatar João Acácio disse:

      Inovação sim, concorrência desleal não. Se querem atuar em Goiânia (Uber), enfrentem a legislação em vigor.

      • Avatar Frederico Cunha disse:

        Concorrência desleal? O senhor é um piadista mesmo. Taxistas tem isenção de IPVA para adquirir veículos e outros benefícos. Pagam taxas também, nós sabemos. No fim das contas, fica os gastos são os mesmos que um UBER. Mas o serviço do UBER é melhor, mais barato, e eu tenho direito de andar da forma como eu quiser.

      • Avatar dom 123 disse:

        Quem disse que para eu pegar um transporte de qualquer pessoa preciso da aceitação do governo? que disse que o estado deve se meter na troca voluntaria de duas pessoas?… Bota na cabeça que a escolha de eu pegar um transporte “clandestino” ou não só cabe a mim! Não cabe a um burocrata dizer o que eu posso ou não fazer, ainda mais quando seu real motivo é para defender uma classe que faz repasse ao governo para atuar, e que tende a ficar estagnada ao passar dos anos.. Se os taxitas dizem que o fato deles apresentarem serviços ruins é pq pagam impostos para o governo, eles que comessem a protestar contra o governo, e não pedirem por mais protecionismo..

      • Avatar Epaminondas disse:

        Pela história a fora, temos muito exemplos de “concorrência desleal“: Luz elétrica, fax, teares mecânicos… Bom, mecanização em geral, tirando empregos, respectivamente, de acendedores de postes, courriers, tecelões e por aí vai.

        Quando alguma classe é afetada por esta ingrata inovação, a quem recorrem? Lobby político e violência, Charles Ludd que o diga. E por acaso, exatamente como os taxistas estão se comportando diante da inovação.

        Quem não conhece história está condenado a repetir seus erros.

        Com os taxistas, tenho certa satisfação perversa em vê-los assim: Afinal, foram anos de lobby em prefeituras, impedindo a emissão de novas licenças para que a oferta do serviço subisse e a concorrência favorecesse os clientes.

        Se você clama que o Uber siga a lei, eu também clamo que os taxistas sigam a lei, não investindo violentamente contra usuários do Uber (tanto motoristas como clientes). Precisa ser cego pra ver para aonde a opinião pública se inclina, quando eles se dão a partir para a ignorância. E se são tão cegos assim, eu que não vou confiar neles, guiando.

  2. Avatar Valterli Leite Guedes Filho disse:

    Parabéns ao Uber e os trabalhadores dele, Goiânia está de braços abertos para o UBER, e o político que for contra, VAI PERDER VOTO!

  3. Avatar Cristhiano disse:

    É um carro de Uber depedrado, e não utilizo mais taxi! Como protesto somente UBER!

  4. Avatar Epaminondas disse:

    O que farão os taxistas quando chegarem os carros autômatos?

    O advento de carros guiados por computadores não é uma questão de “se”, mas de ”quando”. Toda grande empresa de TI — que em tamanho, só perdem para petrolíferas — estão investindo nesta seara. Assim como as grandes montadoras.

    Quem diz que no futuro será ilegal dirigir manualmente um carro, não é exagero.

    Então o Uber é meramente um test drive do futuro dos taxistas. Você pode se adaptar ou tentar enfrentar a onda. E enfrentar ondas nunca foi, historicamente, produtivo.

  5. Avatar Paulo disse:

    Eu vour de Uber, já instalei o aplicativo, me cadastrei, assim que precisar vou usar, só o que faltava, um burocrata fdp vir tomar a decisão de escolha por mim. Tenho nojo à nossa classe política putrefata e não admito que venham me falar o que posso ou não fazer.

  6. Avatar Marcos Maranhão Rosa disse:

    Como não tem fiscalização pra coisa nenhuma em Goiânia, fiquem tranquilos. Nada vai acontecer.

  7. Avatar Lucas MH disse:

    Tem um carro modelo 2008, com 4 portas e ar? Venha dirigir com a UBER e complemente sua renda, cadastre-se agora com código de indicação bhvnzww8ue e faça parte da maior empresa de transportes urbanos do mundo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.