Nome do empresário não chegou a ser publicado no Diário Oficial da União (DOU)

Foto: Reprodução.

Na noite deste domingo, 7, o empresário Carlos Wizard divulgou uma nota informando que não assumirá a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Além disso, Wizard anunciou que deixará de atuar como Conselheiro do Ministério da Saúde.

O empresário pediu demissão após falar que iria recontar o número de vítimas da Covid-19, já que os dados atuais seriam “fantasiosos ou manipulados”.

A nomeação não chegou a ser publicada no Diário Oficial da União (DOU).

“Agradeço ao ministro Eduardo Pazuello pela confiança, porém decidi não aceitar para continuar me dedicando de forma solidária e independente aos trabalhos sociais que iniciei em 2018 em Roraima”, disse Wizard na nota.

Leia nota de Carlos Wizard na íntegra:

Informo que hoje (7/junho) deixo de atuar como Conselheiro do Ministério da Saúde, na condição pro bono. Além disso, recebi o convite para assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta. Agradeço ao ministro Eduardo Pazuello pela confiança, porém decidi não aceitar para continuar me dedicando de forma solidária e independente aos trabalhos sociais que iniciei em 2018 em Roraima.

Peço desculpas por qualquer ato ou declaração de minha autoria que tenha sido interpretada como desrespeito aos familiares das vítimas da Covid-19 ou profissionais de saúde que assumiram a nobre missão de salvar vidas.

Carlos Wizard Martins