Carlinhos Cachoeira é preso em Goiânia

De acordo com informações da Polícia Civil, a prisão aconteceu na casa onde um irmão dele mora

Foto: Arquivo

Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, foi preso nesta quinta-feira (10/5), em Goiânia, por fraudes na Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj). De acordo com informações da Polícia Civil (PC), a prisão aconteceu por volta de 17h10 na casa onde um irmão dele mora, em um condomínio de luxo.

No último dia 4, o ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou a prisão imediata de Cachoeira.

Na última quarta-feira (9), o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) havia informado o recebimento da carta precatória da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que determinou a prisão. Por falta de envio de outros documentos necessários, porém, o mandato só foi cumprido nesta quinta.

Entenda o caso

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a execução imediata da condenação após o fim dos recursos na segunda instância. De acordo com a denúncia, Cachoeira, que cumpre prisão domiciliar devido a outras acusações, teria pago propina com o objetivo de se beneficiar em licitações da Loterj.

A condenação está relacionada com o caso que foi investigado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, em 2004, que apurou o uso de casas de bingo para lavagem de dinheiro. Na época, o então assessor da Casa Civil da Presidência da República, Waldomiro Diniz, foi exonerado do cargo após divulgação de uma fita de vídeo em que aparecia pedindo propina a Cachoeira.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.