Carlesse restringe novamente e decreta isolamento social mais restrito

Dentre as medidas apresentadas, estão a obrigatoriedade do uso de máscaras em todo o Estado e a instalação de barreiras sanitárias nas divisas do Estado

Carlesse: fechamento do comércio é com as prefeituras | Foto: Washington Luiz

O governador do Estado, Mauro Carlesse (DEM), durante reunião por videoconferência realizada na terça-feira, 5 comunicou aos integrantes do Comitê de Crise para Prevenção da Covid-19, que o Poder Executivo Estadual adotará novas medidas visando intensificar o combate ao novo Coronavírus, evitando a continuidade do aumento de pessoas infectadas no Tocantins. Dentre as medidas apresentadas, estão a obrigatoriedade do uso de máscaras em todo o Estado e a instalação de barreiras sanitárias nas divisas do Estado. O Decreto foi publicado do Diário Oficial (DOE) de terça-feira, 5.

A decisão leva em consideração a elevação do número de casos da Covid-19 no Estado e a necessidade de uma medida mais efetiva, no sentido de fazer com que a população adote os hábitos necessários para diminuir a propagação da doença. Segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), na terça-feira, 5, o Tocantins contabilizou, ao todo, 303 casos confirmados de Covid-19 e sete óbitos.

Além desta normativa, outra medida comunicada pelo Governador é a recomendação aos municípios para que voltem a adotar a modalidade de Distanciamento Social Ampliado (DAS), aquele que não se limita a grupos específicos, exigindo que todos os setores da sociedade permaneçam em casa durante a vigência dos decretos dos gestores locais, restringindo ao máximo o contato entre as pessoas.

“Para tomar essas decisões, nós avaliamos a situação, debatemos, ouvimos cada órgão e observamos, principalmente, as opiniões dos especialistas e dos órgãos de Saúde para que possamos agir da melhor forma, mesmo em meio a este cenário que é de incertezas, pois se altera diariamente”, destacou o governador Mauro Carlesse.

Já o secretário de Estado da Saúde, doutor Edgar Tollini, aproveitou a oportunidade para ratificar que toda a equipe técnica está empenhada em conseguir formas de adquirir mais equipamentos e leitos para atendimento dos pacientes. “Enquanto a população faz sua parte, mantendo o distanciamento social, nós atuamos diuturnamente para fortalecer nossa estrutura de saúde. Com isto, conseguimos que Araguaína tenha à disposição mais dez leitos de UTI em unidade privada do município”, destacou.

Barreiras Sanitárias

Também na edição do DOE houve normatização das atividades das barreiras sanitárias nas divisas do Estado. Esta atividade deve ocorrer de forma sinérgica e intersetorial entre a Secretaria de Estado da Saúde e as forças de segurança, com a colaboração da equipe fazendária e de fiscais e agentes da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.